Antônio Sérgio Tonet tomou posse na noite dessa terça-feira (4) como procurador-geral de Justiça de Minas Gerais para o biênio 2019/2020. 

A solenidade foi na sede da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, no bairro Barro Preto, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, e contou com a presença de amigos, familiares, integrantes do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e autoridades, como o governador Fernando Pimentel (PT).

Após a leitura do termo de compromisso e assinatura do termo de entrada em exercício, assinado também pelo governador, pelo procurador-geral de Justiça e pelo corregedor-geral do Ministério Público, Tonet assumiu a presidência da cerimônia, já como procurador-geral de Justiça.

Em seu pronunciamento, Tonet afirmou que o MP seguirá sua missão de defender os valores democráticos, a ordem jurídica e os direitos fundamentais dos cidadãos “combatendo, sempre que for preciso, toda sorte de injustiça, discriminação ou preconceito, em busca de uma sociedade mais justa, humana e fraterna”. 

Antônio Sérgio Tonet

Natural de Adamantina, em São Paulo, Antônio Sérgio Tonet ingressou no MPMG em dezembro de 1986. Ele atuou nas comarcas de Rio Paranaíba, Frutal, Contagem e Belo Horizonte. Exerceu a função de chefe de gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça entre 2001 e 2004.

Promovido a procurador de Justiça em 2002, foi eleito para integrar o Conselho Superior do MPMG nos anos de 2006, 2008, 2011 e 2014. Foi ainda assessor especial da Procuradoria-Geral de Justiça. Compôs a Câmara de Procuradores de Justiça nos biênios 2009/2010 e 2014/2016. Exerceu diversas funções na Associação Mineira do Ministério Público e foi diretor da Fundação Escola Superior do Ministério Público. Foi procurador-geral de Justiça no biênio 2017/18, cargo para o qual foi reconduzido.