Médicos do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, estão se dirigindo a Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, para avaliar o estado de saúde do presidenciável pelo PSL, Jair Bolsonaro, que sofreu um atentado nesta quinta-feira, (6). Existe a possibilidade de que ele seja transferido, já que o pós-operatório pode ser complicado.

A informação foi veiculada na coluna de Mônica Bergamo. Ainda conforme a jornalista, a cirurgia já foi concluída e todas as lesões foram reparadas com sucesso. O candidato está estável, com pressão arterial normal, hemorragia controlada e sem risco iminente de morte.

Leia mais:
Polícia Civil confirma prisão de segundo suspeito de atentado à Bolsonaro
Após cirurgia, Bolsonaro é transferido para o CTI e estado de saúde ainda é grave
Redes sociais são inundadas de perfis falsos do suspeito de esfaquear Bolsonaro