Manifestantes participam de uma audiência pública sobre a Reforma Trabalhista na tarde desta sexta-feira (30) na Praça da Assembleia, no Bairro Santo Agostinho, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. 

A reunião foi solicitada pelos deputados Doutor Jean Freire (PT), presidente da Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Rogério Correia (PT) e Geraldo Pimenta (PCdoB). 

Mais cedo, o grupo se concentrou na Praça da Estação e, por volta das 11h, seguiu em marcha até a Praça Sete, onde se encontrou com representantes de movimentos sociais e outras centrais sindicais.

Para a presidente da CUT-MG, Beatriz Cerqueira, o movimento tem cumprido seu objetivo, principalmente pelo fato de que houve grande coerção por parte do empresariado contra os trabalhadores que pararam na última greve, no final de abril. "Se esforçaram muito para evitar novas manifestações. Um exemplo disso são as multas contra sindicatos da área de transportes", afirmou. 

*Com Filipe Motta

Leia mais:
Manifestantes se reúnem contra as reformas Previdenciária e Trabalhista em BH
Em dia de greve geral, metrô, escolas e postos de saúde estão fechados
Força Nacional faz segurança dos prédios da Esplanada dos Ministérios