Começa nesta quarta-feira (10) na Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte, a décima edição da Agriminas, feira que reúne tudo relacionado à agricultura familiar. O evento termina no próximo domingo (14). Referência nacional na geração de negócios, a feira traz aos visitantes um pouco da cultura do campo com exposições, palestras, degustação de alimentos e venda de produtos. Cerca de 180 empreendimentos participam, com uma novidade este ano: a presença de artesanato e objetos típicos do interior.

A Cooperativa da Agricultura Familiar Sustentável com Base na Economia Solidária (CoopaBase), do município de Arinos, é uma das participantes. “Nosso objetivo é mostrar para o povo da cidade grande os produtos da agricultura familiar produzidos no campo, queremos a valorização dos nossos produtos”, diz a cooperada Monique Figueiredo. Além de artesanato, a CoopaBase produz mel, açúcar mascavo, açafrão, castanha de baru, entre outros produtos.

O evento celebra uma década de incentivo à agricultura familiar. Para o presidente da Fetaemg, Vilson Luiz da Silva, a Seda é um elemento importante para a agricultura familiar e a feira potencializa essa parceria.

Leia mais

A gastronomia mineira é sucesso em todo o lugar
Estado realiza mutirão para regularizar dívidas do crédito fundiário de 1.500 famílias mineiras
BB anuncia R$ 101 bilhões em recursos para safra 2016/17

 

“A feira traz motivação para o agricultor familiar, os visitantes irão perceber que os produtos têm um diferencial. A agricultura familiar, hoje, envolve diversos aspectos como a mão de obra familiar, questões sociais e ambientais. Diminuindo até mesmo o êxodo rural e contribuindo para o PIB (produto interno bruto)”, diz o presidente.

A Agriminas já recebeu, nas nove primeiras edições, mais de 500 mil visitantes, envolvendo cerca de 35 mil agricultores familiares. O evento é uma vitrine para que cooperativas e associações possam comercializar os produtos da agricultura familiar para um público diverso. Além disso, a feira tem o papel de capacitação para os agricultores participantes e formação de público, trazendo informações e conhecimento dos produtos do campo aos moradores da capital.

Referência nacional na geração de negócios, o evento é uma realização da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), com apoio do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda).

Horário de funcionamento da Agriminas 2016
Quarta-feira (16h às 22h)
Quinta e sexta-feira (das 14h às 22h)