A empreiteira Mendes Júnior entrou nesta terça-feira com pedido de recuperação judicial em Belo Horizonte. O pedido foi distribuído para a primeira vara empresarial da capital mineira e aguarda despacho do juiz.

A empresa é um dos alvos da operação "Lava Jato", que investiga irregularidades em contratos da Petrobras com diversas empreiteiras brasileiras. Em novembro de 2014, o ex-presidente da empresa Sérgio Cunha Mendes foi preso junto com outros executivos na operação de desmembramento da “Lava Jato”, chamada de “Juízo Final”.
 
A Mendes Júnior atua nos segmentos de óleo e gás, industrial e infraestrutura há mais de 60 anos, com obras de grande porte realizadas em todo mundo. Em Minas, a empresa trabalhou diretamente na construção do Lote 1 da Cidade Administrativa, nas obras de saneamento e implantação do Boulevard Arrudas, na construção do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, dentre outras.

A empresa ainda foi contactada, mas ainda não se posicionou sobre a situação. Os advogados da empreiteira também foram procurados pela reportagem, mas não se manifestaram até o momento.