Planejamento é a palavra de ordem para quem quer comprar presentes para o Natal sem começar o ano novo no vermelho. Para especialistas em finanças, organizar as compras é essencial para aproveitar melhor o dinheiro, sobretudo em momentos de recessão econômica e desemprego crescente, como o que o país vive agora.

Com o ambiente econômico desfavorável, crescem as promoções e possibilidades de parcelamentos. A economista da CDL/BH Ana Paula Bastos explica que o cuidado na hora das compras deve ser redobrado para quem já está devendo. “Promoções sempre são boas oportunidades, mas vale lembrar que estamos em uma época de desemprego. É importante guardar reservas para o início do ano, já que haverá impostos a pagar”, explica.

Equilíbrio

Uma das armadilhas para as famílias no período natalino é o uso descontrolado do cartão de crédito. Quem afirma é a educadora financeira e palestrante Odete Reis. “O nosso sonhos são ilimitados, mas o nosso dinheiro não. O pulo do gato está em conseguir esse equilíbrio em contrapartida com o que você pode gastar”, explica.

Para Odete, o ponto de partida para não se enrolar nas compras natalinas é pesquisar bem.

Dicas compras Natal