O deputado federal André Figueiredo (CE), líder do PDT na Câmara, confirmou na noite desta quinta-feira, 1º, ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real da Agência Estado) que assumirá o Ministério das Comunicações no lugar de Ricardo Berzoini, que passará a comandar a nova Secretaria de Governo. O nome do pedetista será anunciado pela presidente Dilma Rousseff na manhã desta sexta-feira (2) no âmbito da reforma ministerial.

De acordo com Figueiredo, a posse coletiva está marcada para a próxima terça-feira, 6, às 10 horas, no Palácio do Planalto. Em seguida, haverá a transmissão dos cargos em cada pasta em cerimônias individuais.

André Figueiredo chega ao Ministério das Comunicações por indicação do PDT, partido que perderá o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), até então ocupado por Manoel Dias.

O parlamentar classificou como especulação notícias sobre uma possível resistência do líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), à sua indicação. De acordo com o pedetista, Oliveira teria, inclusive, ligado para ele, na tarde desta quinta-feira, 1º, para desmentir os boatos de que estaria tentado vetar seu nome.