O nível do Sistema Cantareira, principal manancial de São Paulo, teve queda de 0,1 ponto porcentual neste sábado (27). Os reservatórios do sistema estão com 19,9% de capacidade, de acordo com os dados divulgados diariamente no site da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Considerando o índice negativo do sistema, o Cantareira se mantém estável há dois dias em -9,3%. No terceiro conceito, o manancial permanece com 15,4% há 13 dias. Esse cálculo divide o volume armazenado no sistema pelo volume total (volume útil mais duas cotas de volume morto). A apenas três dias do fim do mês, o manancial tem índice pluviométrico acumulado bem abaixo da média histórica de junho. Até agora, o sistema acumulou 39,5 milímetros, quando a média é de 58,5 milímetros.

Outros mananciais

O sistema Guarapiranga, por sua vez, registrou queda de 0,1 ponto porcentual, registrando o nível de capacidade de 75,2%. Os Sistemas Alto Tietê e Alto Cotia mantiveram-se estáveis. O primeiro tem nível de armazenamento de 20,8% e o segundo, de 64,1%. Já os Sistemas Rio Claro e Rio Grande registraram aumento no índice dos seus reservatórios. No primeiro caso, o aumento foi de 0,1 ponto porcentual, com o nível de capacidade passando de 71,3% para 71,4%. No segundo caso, a alta foi maior: de 92,4% para 92,7%.