A Agência de fronteiras da União Europeia Frontex enviou mais navios ao Mar Mediterrâneo em resposta a um êxodo mortal de imigrantes que deixaram a Líbia.

A porta-voz de imigração da União Europeia (UE), Natasha Bertaud, disse nesta sexta-feira que "a área das operações precisa ser expandida".

Segundo Bertaud, um novo plano operacional para a missão será acordado com as autoridades italianas e que estará pronto nos próximos dias. "Os líderes da UE prometeram ontem dobrar o tamanho da operação e triplicar o orçamento, mas se recusou permitir um trabalho mais ativo de busca e salvamento".

Os críticos dizem que a operação é ineficaz para lidar com o afluxo de imigrantes porque
as tarefas podem ser feitas apenas a uma distância limitada e curta e não permite que se aproxime da costa da Líbia. Fonte: Associated Press.