A multinacional Decathlon, especializada em artigos esportivos, desembarcou em Belo Horizonte na contramão da crise. A empresa, que inaugura a primeira loja na capital mineira nesta sexta-feira (27), no Center Minas, ao lado do metrô do Minas Shopping, prevê abrir outras duas ou três unidades na cidade no curto prazo. Para o Brasil, os planos são mais arrojados.

“Queremos inaugurar entre cinco e seis lojas por ano no país”, afirma os diretor-geral da Decathlon Brasil, Cedric Burel. Para o longo prazo, a expectativa é abrir pelo menos 100 unidades em solo nacional. Nesta sexta-feira (27), 19 lojas estão instaladas no Brasil.

De acordo com o executivo, o setor de esportes anda na contramão da desaceleração econômica. Ele afirma que, em 2008, por exemplo, quando a crise assolou o mundo, os negócios da Decathlon não foram afetados. “Antes, as pessoas pensavam apenas em futebol. Com o passar do tempo, as demais modalidades ganharam espaço e mercado. Principalmente no Brasil, que é um país apaixonado por esportes”, afirma.

Com 2.600 metros quadrados, a loja de Belo Horizonte é, de acordo com ele, a maior do Estado na comparação com as demais marcas que operam no setor. O padrão também se difere do que é encontrado em Minas. “Cada corredor tem como destaque um tipo de atividade esportiva específica”, diz o executivo. Para oferecer produtos mais atrativos, a companhia faz uma análise criteriosa do mercado em que a Decathlon irá atuar.

Em Minas os focos são trekking, fitness, mountain bike, corrida, yoga, pilates e outros esportes realizados em terra e ao ar livre. Apesar do destaque dado a estas áreas, a loja possui um corredor para mergulho e natação, por exemplo. Além disso, os clientes que necessitarem de produtos que não estiverem disponíveis na loja de Belo Horizonte, como uma prancha de surf, podem comprar pela internet e buscar na própria unidade, sem frete.

A Decathlon chega a Belo Horizonte com um mix de 7 mil produtos. A empresa trabalha com 20 marcas próprias de equipamentos, roupas e acessórios exclusivos. Quarenta e cinco empregos foram gerados na cidade

Unimed aeromédica

A crise também não afetou os planos da Unimed Aeromédica, que inaugurou nesta quinta-feira (26) hangar próprio no Aeroporto da Pampulha.

A empresa atende a mais de 110 Unimeds do Brasil (62 de Minas Gerais) e possui 2,6 milhões de clientes, que pagam até R$ 5 mensais pelo serviço, que é opcional. De acordo com o superintendente de Negócios da Unimed Federação Minas, Cristiano Rocha, o investimento será de R$ 70 mil mensais no aluguel do hangar.