Mais um cão da raça beagle supostamente retirado do Instituto Royal, em São Roque, no dia 18 de outubro, foi apreendido pela Polícia Civil após ser encontrado na rua. Moradores entraram em contato com a polícia, na tarde de quarta-feira, 6, depois de ver o animal abandonado em uma pedreira em Araçariguama, cidade vizinha a São Roque. A captura foi feita horas depois.

O cão, uma fêmea adulta, foi levado para uma entidade protetora de animais, onde deve passar por exames. O objetivo é confirmar se o beagle pertence ao instituto.

O Instituto Royal foi invadido por ativistas para a retirada de 178 cães usados para testes com medicamentos. As instalações foram depredadas. Na quarta-feira, 6, a direção informou que a unidade de São Roque não voltará a funcionar em razão das perdas sofridas com a invasão e por falta de segurança.

De acordo com o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, o fim das atividades não vai afetar as investigações sobre a invasão do local pelos ativistas e também o tumulto durante manifestação contra o instituto, no último dia 19. Na ocasião, uma viatura da Polícia Militar e dois veículos de reportagem foram queimados. Os envolvidos nos dois casos estão sendo intimados para prestar depoimento na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba, onde correm os inquéritos.