O coletivo BH em Ciclo publicou na tarde desta sexta-feira (12) carta aberta ao prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB) depois que ele classificou os protestos contra a agressão de policiais militares à integrantes do bloco Bicicletinha durante o pré-Carnaval da cidade como "rebeldes sem causa".

"(...) acreditamos que, sim, pedalar em Belo Horizonte é, ainda, um ato de rebeldia. Mas uma rebeldia que significa que não nos resignamos diante da falta de comprometimento da gestão pública municipal com o uso desse meio de transporte sustentável que tanto tem a contribuir com a melhoria da qualidade de vida da cidade", diz o texto.

Em outro trecho da publicação, o grupo destaca que os ciclistas estão na vanguarda das políticas urbanas e de mudança climática. "Recordamos à sociedade belo-horizontina que o senhor esteve em Paris para falar do quão possivelmente Belo Horizonte é desenvolvida na política de mudanças climáticas".

Leia na íntegra a públicação do coletivo:

 

Sugerimos que você, caso queira, envie este texto para o prefeito: gabpref@pbh.gov.br"Rebeldes sem causa". LACERDA,...

Publicado por BH em Ciclo em Sexta, 12 de fevereiro de 2016


Em relação à nota publicada pelo BH em Ciclo, a Prefeitura de Belo Horizonte enviou nota à redação afirmando que a gestão do prefeito Marcio Lacerda "foi a que mais construiu ciclovias na capital mineira".

"Até 2009, Belo Horizonte tinha 23,81 quilômetros de ciclovias e atualmente conta com 79,63 quilômetros, um aumento de quase 300%. Estão em construção mais 10 quilômetros de ciclovias nas avenidas Senador Levindo Coelho, João Samarra e Olinto Meirelles, no Barreiro".

Confira outros trechos da nota oficial a seguir:

- A atual gestão, por meio do Plano Diretor de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte (PlanMobBH), elaborou projeto que identificou 380 quilômetros de rotas para ciclistas. A Prefeitura e a BHTrans trabalham para atingir a meta de implantação destas rotas até 2020. Com isso a expectativa é que 6% de todos os deslocamentos da capital mineira sejam feitos por meio do uso da bicicleta;

- Atualmente Belo Horizonte oferece 189 paraciclos (378 de vagas) e 4 bicicletários. Também está em andamento na atual gestão um processo licitatório para contratação, fornecimento e implantação de 2500 paraciclos nos próximos 3 anos. Cada paraciclo comporta 2 bicicletas estacionadas.

- Desde dezembro/12, a Prefeitura e a BHTRANS estabeleceram uma parceria com várias entidades de representação de grupos de ciclistas, com o objetivo de discutir os projetos, a priorização de implantação e campanhas educativas e de incentivo ao uso da bicicleta.

- O prefeito Marcio Lacerda sempre teve respeito pelos ciclistas e prova disto são o apoio e incentivo a projetos que contribuíram e contribuem para o uso da bicicleta como transporte, como o Pedala BH.

- O prefeito Marcio Lacerda também foi um dos incentivadores e apoiadores do programa Bike BH que, em parceria com a iniciativa privada, disponibiliza bicicletas compartilhadas para a população em vários pontos da cidade;

- Também foi o prefeito Marcio Lacerda quem atendeu a uma antiga reivindicação dos ciclistas e sancionou a lei que permite o uso de bicicletas nos parques públicos municipais;

- Em todos os fóruns nacionais e internacionais envolvendo o tema mobilidade urbana e sustentabilidade, a Prefeitura tem defendido a construção de políticas que incentivem o uso da bicicleta como modal de transporte;

- Finalmente, é preciso também ressaltar que a declaração do prefeito citada na nota do BH em Ciclo foi pontual e referente a um fato isolado e que lamentavelmente ocorreu envolvendo a Polícia Militar e alguns ciclistas.