Apontado como azarão do Grupo F da Copa do Mundo de 2014, o Irã ainda alimenta chances de classificação para as oitavas de final. Para conseguir este feito, o time entra em campo para enfrentar a Bósnia nesta quarta-feira (25), às 13 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), pela última rodada da primeira fase. Com um ponto conquistado, os iranianos, que tentam se recuperar da derrota de 1 a 0 para a Argentina, precisam vencer e torcer por uma derrota da Nigéria, que no mesmo horário enfrenta os argentinos, líderes com cem por cento de aproveitamento e já classificados. Já os bósnios, derrotados pelos nigerianos por 1 a 0 no fim de semana, apenas cumprem tabela, pois estão eliminados.

Carlos Queiroz, português que dirige o Irã, tem trabalhado o aspecto psicológico dos jogadores no sentido de mostrar a eles que é perfeitamente possível sonhar com a classificação. O treinador quer ver seus atletas esquecendo o que acontece no jogo da Nigéria.

"Nós precisamos nos concentrar no nosso resultado. Dependemos de uma derrota da Nigéria para a Argentina, que não é nenhum absurdo. Mas de nada vai adiantar esse resultado ajudar se não fizermos a nossa parte. Precisamos nos concentrar apenas na Bósnia, pois este jogo vai ser muito complicado, pois nosso adversário é um franco-atirador", analisou Queiroz.

O treinador do Irã não quis antecipar a escalação que pretende mandar a campo, a fim de surpreender os bósnios. Apesar disso, deverá manter a base que atuou diante dos argentinos.

Pelo lado da Bósnia, o técnico Safet Susic fala em uma despedida honrosa: "A Bósnia disputou a sua primeira Copa do Mundo e isso foi muito importante para a história do país. Queríamos ter ido um pouco mais longe, mas já que não foi possível, temos que deixar uma boa impressão ganhando pelo menos uma partida. O jogo contra o Irã é a nossa última oportunidade e temos que aproveitar".

Em termos de escalação, o meia Miralem Pjanic, com fortes dores no tornozelo direito, é dúvida e pode ficar de fora. Tino-Sven Susic está de sobreaviso. O restante do time será o mesmo que enfrentou a Nigéria.

FICHA TÉCNICA
BÓSNIA X IRÃ

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 25 de junho de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 13h(de Brasília)
Árbitro: Carlos Velasco Carballo (Espanha)
Assistentes: Roberto Alonso Fernández (Espanha) e Juan Yuste (Espanha)

BÓSNIA: Asmir Begovic, Mensur Mujdza, Toni Sunjic, Emir Spahic e Senad Lulic; Haris Medunjanin, Muhamed Besic, Izet Hajrovic, Miralem Pjanic (Tino-Sven Susic) e Zvjezdan Misimovic; Edin Dzeko
Técnico: Safet Susic

IRÃ: Alireza Haghighi, Pejman Montazeri, Jalal Hosseini, Amirhossein Sadeghi e Mehrdad Pooladi; Andranik Timotian, Javad Nekounam, Masoud Shojaei, Ehsan Haji Safi e Ashkan Dejagah; Reza Ghoochannejhad
Técnico: Carlos Queiroz