Moradores do bairro Jardim América, na região Oeste de Belo Horizonte, viveram momentos de medo na tarde desta terça-feira (4). Viaturas da Polícia Militar cercaram uma farmácia na rua Gávea, que estava fechada. O motivo seria um suposto assalto com reféns.

O gerente da Farmácia, Dearson Júnior, contou que a polícia chegou e orientou os funcionários a saírem da farmácia. Em seguida, verificaram se havia algum criminoso no local. Como nada foi constatado, a polícia foi embora.

Júnior explicou que o que houve foi uma reunião, que durou apenas 45 minutos, e que algum morador preocupado teria acionado a polícia. "A farmácia já foi alvo de assalto outras vezes", justificou.