Em um dos duelos mais esperados do UFC BH II, no Mineirinho, Rafael "Sapo" Natal derrotou o sueco Tor "The Hammer" Troeng por decisão unânime dos juízes, garantindo sua terceira vitória consecutiva na principal competição de MMA do mundo.

Focado no duelo, o lutador mineiro utilizou o apoio da torcida que clamava "pra cima dele Sapo" e logo acertou um bom soco alto e ja conseguiu derrubar "The Hammer", que foi castigado no início do combate.

Entretanto, em um descuido, o  Rafael foi supreendido teve a posição invertida pelo sueco. Mas mostrando estar bem preparado para o combate, Sapo conseguiu reverter a situação e começou a trabalhar a luta no solo. No minuto final da etapa, o adversário russo conseguiu ficar por cima, mas pouco pôde fazer.

Já no início do segundo round, Sapo novamente conseguiu um soco direto no rosto do russo, que foi à lona. O mineiro encaixou outros golpes tentando finalizar o combate, mas "The Hammer" evitou sua derrocada naquele momento.

Depois, o que se viu foi uma bela luta de solo, com dois lutadores especialistas no jiu-jítsu trocando posições marciais, seguindo, assim, até o final do round.

No período derradeiro,  o russo procurou mais o combate, enquanto o lutador brasileiro se defendia dos golpes. Troeng conseguiu encurralar Sapo na grade e tentou uma queda. Porém, o golpe quase saiu pela culatra, pois, ao levantar, Rafael encaixou uma guilhotina invertida. Mas o russo, já no chão, conseguiu escapar.

Quando o duelo caminhava para o minuto final, com a luta no solo, Sapo conseguiu passar para as costas do adversário e deu alguns golpes em sua cabeça. O russo conseguiu se virar, mas já era tarde, e o apito declarou o final do duelo. O lutador mineiro venceu o combate por decisão unânime dos juizes e conseguiu mais uma vitória, a quinta consecutiva no UFC.

 

Rafael Natal "Sapo":

"Foi uma boa luta, contra um oponente duro. Claro que sempre queremos nocaute ou finalização, mas não foi fácil, dei dois knockdowns nele e não consegui terminar. Você tem que dar uma emoção para as pessoas, não dá pra ser muito fácil. Estou vindo de cinco vitórias em minhas últimas seis lutas e acho que estou a caminho do topo da divisão. Tem um gosto especial ganhar aqui, na frente da minha família, amigos e namorada. Não foi fácil, mas acho que deixei todos felizes e com sensação de dever cumprido."
 
Rafael Natal