Neste momento de pandemia, estamos todos sendo forçados a uma situação que não é muito comum ao ser humano, o isolamento social, pondera a psicóloga clínica Ângela Dornellas. “Somos seres gregários, temos necessidade de estar juntos. A recomendação é manter as amizades, mesmo a distância. Falar com as pessoas das quais gostamos, ainda que fiquemos em casa”.

A psicóloga orienta as pessoas a criarem uma rotina em casa, que dê uma sensação de certa normalidade no dia a dia. Cultivar bons pensamentos, diz ainda, ajuda a driblar a ansiedade, que está muito ligada a uma perspectiva ruim de futuro, ao medo do que pode vir a acontecer.

Outra recomendação é meditar. “Há pessoas que conseguem se sentar e meditar. Outras meditam em atividade, o que significa estar totalmente concentrado e voltado para aquilo que se propõem a fazer. Por exemplo, se você vai fazer uma dança, que não desvie o pensamento dos seus movimentos. Se vai cortar um legume, que esteja inteiro, completamente concentrado naquele movimento”.

Fazer positivações de que dias melhores virão. Fazer um curso na sua profissão, aproveitando as várias opções on-line e gratuitas oferecidas neste momento”, tudo isso colabora para que a gente sinta-se melhor, aconselha.