O dito popular de que “a pressa é inimiga da perfeição” é usado pelo vereador Ildeu Maia (Progressistas) para definir as “obras” da prefeitura. O parlamentar denunciou, na Tribuna da Câmara, que no distrito de Santa Rosa de Lima o cemitério está sendo entregue à população sem que a obra tenha sido executada. O motivo da pressa, na avaliação do parlamentar, seria a proximidade das eleições.

“O prazo para inaugurar obras termina na próxima sexta-feira, por causa das eleições. Então, a administração municipal, para não ficar sem o nome na plaquinha, está correndo para fazer inauguração sem terminar o serviço. Depois de muita cobrança, eles finalmente resolveram atender ao pedido. Mas, o serviço, como tudo que vem da prefeitura, fica pela metade. Estão tentando enganar a população”, disse Ildeu. 

O vereador afirma que a construção do novo cemitério é fundamental para a comunidade, pois, no antigo espaço, para enterrar uma pessoa era preciso retirar outra. No entanto, da forma como o local está hoje, Ildeu diz que não pode ser utilizado.

“Colocaram uns tijolos, mas não colocaram pilares nem a cinta. Se der um vento, o muro pode ir abaixo e há o risco de machucar alguém, pois a administração alardeou aos moradores que o local já pode ser utilizado. O espaço também deveria ser fechado, mas não tem portão”, enumerou.

SEM VELÓRIOS
Com cerca de 300 casas só na sede, o distrito não tem um local apropriado para velar os mortos. Com isso, os velórios acontecem nas próprias casas ou em uma igreja evangélica. De acordo com o morador Djalma Gonçalves, a promessa do prefeito está longe de ser cumprida.

“O planejamento era de um local com capela para velório e uma cantina. O cemitério atual está lotado e, muitas vezes, quando cavam uma sepultura, os coveiros se deparam com ossadas de outras pessoas que foram enterradas no lugar. Ninguém quer passar por esse constrangimento. O cemitério é necessário e urgente, mas precisamos da estrutura completa e de uma pessoa que cuide do espaço”, ressaltou.

O secretário de Agricultura, Osmani Barbosa, foi procurado para falar sobre as situações reclamadas. Ele confirmou que a obra do cemitério não está pronta e disse desconhecer que alguma solenidade de inauguração esteja marcada. 

Sobre as estradas, o secretário disse que existe uma previsão para que o cascalhamento seja concluído até o final da próxima semana.