A confirmação de três casos da Covid-19 no Norte de Minas acende o alerta para as autoridades de saúde e da população. Dois casos foram testados positivo em Janaúba e um em Montes Claros, que acabou levando o paciente à morte. A família reclama de lentidão no atendimento à vítima e relata uma verdadeira peregrinação por hospitais em busca de atendimento. 

Cláudio Manoel Ricardo, de 69 anos, faleceu no dia 1º de abril, depois de passar mais de uma semana tentando internação. O filho dele, Claudiney dos Santos Ricardo, lamenta a lentidão do sistema de saúde e diz que o final da história poderia ter sido diferente caso o pai fosse atendido a tempo. A maratona dos familiares começou no dia 16 de março.

“Ele chegou de SP em um dia e no outro começou a ter febre alta. Quando foi ao PSF, a médica pediu que ele retornasse para casa e ficasse em isolamento. A partir daí, minha mãe e minha irmã, que estavam com ele, fizeram todos os procedimentos e o isolaram em um quarto. A médica do PSF veio à nossa casa e fez o encaminhamento ao hospital. Minha mãe o levou e, chegando lá, ele foi recusado”, relata Claudiney.
 
NOVA RECUSA
A equipe médica retornou em uma segunda visita e percebeu que o quadro era grave. Ele teve perda de peso, não conseguia se alimentar e a febre persistia. A equipe do PSF fez um novo encaminhamento, mas, em outros dois hospitais o paciente foi recusado.

“A equipe que veio aqui não entendeu porque eles não internaram o meu pai. Ela então chamou o Samu e, na terceira tentativa, no dia 26 de março, ele foi hospitalizado. Seis dias depois ele faleceu e foi levado direto ao cemitério. Com o caixão fechado, não pudemos nos despedir dele. Apenas cinco pessoas da família foram ao cemitério, mas não houve velório”, lamentou Claudiney, que afirma não ter ideia de como teria ocorrido o contágio, mas suspeita que pode ter sido no ônibus, já que os familiares que tiveram contato com Cláudio em São Paulo não apresentam sintomas da doença.

“Eu tenho um colega que é italiano e conversa com a família todo dia. Já sabia por ele como estava a situação no país, então me preocupei. Liguei para o meu pai, que havia ido a SP antes do Carnaval e pedi que ele voltasse de avião para ficar menos tempo exposto, mas ele não quis. Disse que era coisa da mídia. Infelizmente, a falta de crença tem prejudicado muita gente”, pontua Claudiney.

A família permanece em isolamento em Montes Claros e nenhum deles apresentou sintomas.
  
BALANÇO
O resultado do exame de Cláudio Manoel Ricardo foi confirmado neste domingo e já está contabilizado como morte por Covid-19 na Secretaria de Estado de Saúde (SES), que aponta, até a tarde desta segunda-feira, em todo o Estado, o número de 47.715 casos suspeitos, 525 confirmados, 119 óbitos em investigação e nove mortes confirmadas.

“A equipe que veio aqui não entendeu porque não internaram o meu pai. Ela então chamou o Samu e, na terceira tentativa, em 26 de março, ele foi hospitalizado. Seis dias depois ele faleceu”. Claudiney dos Santos Ricardo, filho da vítima

 

Hospitais alegam ter seguido protocolos
Cláudio Manoel Ricardo foi a primeira vítima confirmada do coronavírus em Montes Claros. A cidade soma, até então, 819 notificações da Covid-19, com 555 casos em investigação e 233 descartados – 31 por exames laboratoriais. Vinte e seis pessoas ainda aguardam resultados de testes e quatro estão internadas – duas de Montes Claros e duas de outras cidades da região.

O quadro ainda exige atenção redobrada das autoridades sanitárias e da população. “Essas medidas tomadas protegem a população do aumento desordenado que pode tornar um caos o sistema de saúde. A rede hospitalar ainda está conseguindo atender esta demanda. O importante é que fique claro que se tiver um aumento exagerado do número de casos, pode ser que a rede não consiga atender”, disse nesta segunda-feira a secretária de Saúde de Montes Claros, Dulce Pimenta, em entrevista, depois de confirmar o resultado positivo de Cláudio Manoel. Ela pediu que a população continue em isolamento social. 

Na entrevista foi informado que o Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira passa a ser referência no atendimento de pacientes que estão sendo monitorados ou que vierem a apresentar sintomas mais graves da doença.

ATENDIMENTO
Em nota, o Hospital Aroldo Tourinho, que recebeu o paciente na terceira tentativa de internação e onde ele faleceu, informa que “o Hospital prestou todo o atendimento necessário e adequado ao paciente”.

O Hospital Universitário Clemente de Faria informou que “o paciente C.M.R.,de 69 anos, esteve no Pronto Socorro no último dia 23 de março, às 12h30, encaminhado de um PSF. Na classificação de risco da triagem, conforme o Protocolo de Manchester adotado pelo HUCF, não foram constatados os sintomas da Covid-19, como febre, dor de garganta, dentre outros sintomas. O HUCF reforça que foram seguidos todos os protocolos e fluxos preconizados pelo Ministério e pela Organização Mundial de Saúde na classificação do paciente e, por isso, ele foi referenciado ao seu domicílio. O HUCF reforça o seu compromisso com a população norte-mineira e encontra-se à disposição para mais esclarecimentos que se fizerem necessários”, diz a nota na íntegra.

Procurado pela reportagem, o Hospital Dilson Godinho, citado pelo filho da vítima da Covid-19 como um dos locais que recusou atendimento, não retornou o contato até o fechamento da edição.

No final da tarde de domingo, o prefeito Humberto Souto gravou um vídeo dizendo que a determinação para “o isolamento social continua e que é a única maneira de conter a propagação em massa dessa doença terrível”.

Janaúba tem dois casos confirmados e já recuperados
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Janaúba, os dois casos confirmados na cidade são um homem e uma mulher, com idades entre 20 e 59 anos, que passam bem depois de cumprirem os 14 dias de isolamento recomendados.

Ainda de acordo com a secretaria, os familiares dos dois pacientes estão sendo monitorados em casa. A paciente teve contato com suspeito de Covid-19 em São Paulo. Já o homem tem um histórico de viagem para Londres.

Os dois exames foram realizados em 20 de março o resultado foi divulgado neste domingo (5). Janaúba tem registradas 83 notificações, sendo 76 suspeitos, dois confirmados e cinco descartados.