O Norte de Minas agora tem um laboratório habilitado para realizar os testes de diagnóstico da Covid-19, o que vai ajudar a acelerar a divulgação dos resultados dos exames. A Fundação Ezequiel Dias (Funed) habilitou o laboratório de Pesquisa em Saúde, do Hospital Universitário Clemente de Faria, da Unimontes.

A medida é em caráter emergencial e faz parte das ações do governo do Estado para descentralizar os exames, que até então estavam restritos à sede da Funed, em Belo Horizonte.

Até então, o material de pacientes suspeitos da Covid-19 do Norte de Minas era encaminhado para exames laboratoriais na Funed. Com isso, os resultados demoram entre sete e dez dias. Ainda não foi definida a data do início dos diagnósticos pela unidade do HU.

Com o credenciamento do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF) para realizar os testes, os resultados poderão sair em até 12 horas, garante o pró-reitor de pós-graduação da Unimontes, professor e pesquisador André Luiz Sena Guimarães. 

“A habilitação do laboratório faz parte das pesquisas de mestrado e doutorado ministrados pela universidade. O pessoal fará parte da ação da ‘Frente Universitária contra a Covid-19’, iniciativa que resultou no credenciamento do Laboratório em Pesquisa em Saúde do HUCF para a realização dos testes do novo coronavírus. Inicialmente, o grupo era formado por professores e pesquisadores voluntários, vinculados ao laboratório em Ciências da Saúde e em Biotecnologia da Unimontes. Mas, o grupo de mobilização voluntária também ganhou a adesão de pessoas de outros setores da comunidade e o apoio de outras entidades parceiras”, ressalta Guimarães. 

Rede irá realizar 1,8 mil análises diárias
A Unimontes integra uma rede de 19 laboratórios habilitados pela Funed, em todo o Estado, para realizar os exames de detecção da Covid-19. Com a ampliação dessa rede, a Funed prevê que serão processadas, por dia, 1,8 mil amostras, o que irá subsidiar a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) na tomada de decisões e no monitoramento efetivo da circulação do vírus em todo o Estado.

Para o vice-presidente da Funed, Rodrigo Leite, a ampliação da rede de laboratórios é um ganho não somente para o governo como para toda a sociedade. “Com uma maior celeridade no diagnóstico dos exames é possível, por exemplo, tomar decisões em tempo oportuno, que venham contribuir para mitigar os efeitos da pandemia em nosso Estado”.

Até a próxima terça-feira (7) será encaminhado aos laboratórios selecionados um termo de compromisso. O documento deve ser assinado, digitalizado e encaminhado via e-mail para a Funed até a próxima quinta-feira (9). Após a publicação do documento do credenciamento, os laboratórios receberão um Termo de Compromisso da Redelab Covid-19, que deverá ser assinado e enviado à Funed.

O documento é taxativo ao estabelecer que “os laboratórios que não retornarem dentro do prazo estipulado serão automaticamente desvinculados da rede”.
 
TIPOS 
O método para a realização dos exames será o RT-PCR, que identifica o material genético, neste caso, o RNA do vírus presente na amostra. Essa técnica é indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

*Com Agência Minas