Samuel Nunes


Repórter



Como toda história de sucesso, esta começa com o grande amor entre a circense Floripes Portugal e Antonio Carvalho, na cidade de Raiva, distrito de Coimbra, em Portugal. Era o início da família Portugal com o destino de fazer espetáculos, encantar platéias onde quer que fossem. Escolheram o Brasil, em 1990, para fazer vida independente. O Circo cresceu, prosperou, e se modernizou. Tem uma carreta, exclusiva, para seu grande camarim com fantasias luxuosas, plumas, outra carreta com duas toneladas de som e iluminação, a percorrer todo o país, mudando a produção dos espetáculos todo o ano. E, somente retornando a uma mesma cidade mais ou menos cinco anos depois, sempre com um novo espetáculo. Atualmente o Circo Estoril é o primeiro e único a apresentar o globo da morte com seis motociclistas.






A elefante Rany é uma das atrações do circo Estoril (foto: WILSON MEDEIROS)



ESTRUTURA 



Depois de sete anos o circo Estoril está de volta a Montes Claros. Com toda uma infra-estrutura, o circo fica na cidade até o fim do mês de fevereiro e tem capacidade para receber 2 mil pessoas sentadas em cadeiras confortáveis. A direção do circo ressalta que além de alegria, o circo Estoril gera emprego e renda para a população tendo em vista, que são contratadas pessoas para a montagem e desmontagem da estrutura, e alguns comerciantes montam também lanchonetes. De acordo com Luzdalma Portugal, a muita burocracia para que o circo se instale em uma cidade, uma vez, que inúmeras vistorias são feitas, contudo, ela afirma que a segurança para com os expectadores é o que realmente importa. 



SANGUE



O malabarista Luciano Avanzi, que faz parte da 7° geração do circo Estoril, com convicção afirma que quem nasce em circo não corre sangue nas veias, mas, sim, serragem. - Minha família é toda de circo. A minha mulher Andréa Portugal, e também os meus sobrinhos e filhos. Eu nasci em São Luiz do Maranhão, o meu filho Junior que é considerado o menor trapezista do Brasil, nasceu na cidade de Varginha. Ele afirma que por meio do circo Estoril já esteve em alguns países da América do Sul, como, Argentina, Chile e Uruguai. Luciano salienta que são várias horas de treinamentos durante o dia visando uma apresentação que traga alegria, descontração e entretenimento para o público.



ATRAÇOES



Sete anos depois, o circo Estoril está de volta a Montes Claros. A estrutura foi montada no estacionamento sul do shopping center.



Sobre os animais, no circo Estoril, é possível presenciar a elefante Rany, que nasceu na Índia e pesa mais de cinco mil quilos. E ainda o filhote de camêlos Árabes, que nasceu no último dia 31 de janeiro.