Nos últimos três anos, as lingeries, especialmente sutiãs e bodies, deixaram de estar escondidas pelas roupas e passaram a protagonizar diversos looks. E não é mera coincidência que, neste mesmo período, as mulheres tenham evoluído na relação com o próprio corpo. O momento atual mostra uma moda íntima mais livre e democrática. Mas, apesar da diversidade de modelos, ainda é possível elencar trends neste setor.

“O biotipo da mulher influencia muito na escolha da peça, apesar das tendências. Temos visto, na hora do atendimento, que as mulheres têm buscado sutiãs menos estruturados; liberdade é a palavra-chave da escolha. Estamos trabalhando com muitos bralettes, por exemplo, que são um pouco maiores e mais rendados”, destaca a diretora de Estilo e Marketing da Água Fresca Lingerie, Júlia Zingoni.

E essa procura por novidade e conforto, além de refletir no que é oferecido pela indústria, impacta positivamente a produção. De acordo com estudo do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI), de 2014 a 2018, a fabricação de sutiãs aumentou 10,2%. Já a de calcinhas avançou 9,6%. Para 2020, é estimado aumento de 2,2% no consumo dessas peças.

“A lingerie deixou de ser somente a ‘roupa de baixo’ e, cada vez mais, ganha protagonismo nas produções. Nas últimas temporadas, ela reinou como estrela e trouxe para os looks femininos ainda mais poder e liberdade. Neste ano não será diferente. Os sutiãs, calcinhas e bodies ganham boas doses de informação de moda alinhadas ao conforto e à feminilidade”, observa a franqueada da marca Jogê em Belo Horizonte, Lorena Miranda.
 
MAIS MODELOS
Mesmo que 2020 já esteja quase no quarto mês, é possível enumerar tendências da moda íntima para o Outono-Inverno (que já está aí) e a Primavera-Verão. Além dos bralettes, lembrados pela diretora da Água Fresca Lingerie, o modelo balconet ganha destaque.

Ele é o antigo meia-taça, sutiã em que o bojo cobre apenas a parte inferior dos seios. “Este modelo é excelente para usar com camisetas mais larguinhas e transparentes. Os modelos cropped também ficam lindos combinados com calça de cintura alta”, indica Lorena Miranda. Cabe lembrar que ele é mais adequado para mulheres de seios pequenos ou médios.