A edição de 2020 da Copa do Brasil só terá seu campeão conhecido no próximo domingo, quando Palmeiras e Grêmio fazem o jogo de volta da decisão às 18h, no Allianz Parque, em São Paulo, com os palmeirenses carregando a vantagem de terem vencido a ida, em Porto Alegre, no último domingo, por 1 a 0. 

Apenas três dias depois começará a competição de 2021, que terá o sorteio dos 40 jogos da primeira fase nesta terça-feira, às 15h, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro.

O fato de a edição 2021 encavalar com a de 2020, o que nunca aconteceu na história da Copa do Brasil, disputada desde 1989, é fruto da pandemia pelo novo coronavírus.

Cinco clubes mineiros estarão ligados no sorteio desta terça-feira, pois conhecerão seus adversários na primeira fase. São eles: Tombense (vice-campeão mineiro de 2020), América (3º colocado), Caldense (4º colocado), Uberlândia (campeão do Troféu Inconfidência) e Cruzeiro (10º colocado no ranking da CBF).
 
FORMATO
A primeira fase é disputada em jogo único, na casa do time de pior colocação no ranking da CBF e com o visitante jogando pelo empate. As partidas serão nas semanas de 10 e 17 de março.

Na segunda fase, o mandante será decidido de acordo com o posicionamento dos clubes no chaveamento que será formado a partir do sorteio desta terça-feira.

A etapa também será em jogo único, na semana de 7 de abril. Em caso de empate, os pênaltis apontarão o classificado à terceira fase, que será jogada apenas na primeira quinzena de junho.

O Atlético é o sexto mineiro, mas só entra no torneio na terceira fase, pois disputará a Copa Libertadores.

A edição deste ano tem outra novidade importante, pois ela perde uma fase, a quarta, o que provocará a entrada prematura dos clubes que disputam a Libertadores (Atlético, Flamengo, Internacional, São Paulo, Fluminense, Palmeiras, Grêmio e Santos), dos campeões da Copa do Brasil (Chapecoense), Copa do Nordeste (Ceará) e Copa Verde (Brasiliense) e do nono colocado da última Série A (Athletico-PR).

Essas 12 equipes, que pelo formato utilizado até o ano passado entrariam na disputa apenas nas oitavas de final, já começam a brigar pelas cotas milionárias do segundo torneio nacional de clubes na terceira fase. Com isso, a competição terá duas datas a menos, mas um aumento no número de participantes, que passa de 91 para 92.