Candidatos do Festival “Voz de Minas”, quadro do programa Raquel Muniz/D’elas, produzido pelo Centro Universitário Funorte, tiveram a oportunidade de fazer uma viagem a São Paulo, no último fim de semana, para conhecerem a UniSant’Anna, parceira do festival.

Foram sorteados três candidatos e um jurado para o passeio. A cereja do bolo foi a chance de assistir ao show da cantora Alcione, que estreou a tour “Tijolo por Tijolo”, no Tom Brasil.

Para os candidatos, a viagem proporcionou uma experiência rica e que vão levar para a vida.

“Como artista, só tenho a agradecer por essa viagem incrível, onde fomos tão bem recepcionados e acolhidos, em especial o Jhon Kennedy, da equipe de produção, e a reitora da Funorte, Raquel Muniz. Eles não mediram esforços para que tivéssemos uma imersão cultural e descontraída durante nossa visita a São Paulo, especialmente na Uni’Santana”, afirma Felipe Cortez, de 28 anos, candidato de Taiobeiras.

Para ele, o intercâmbio cultural contribui muito para a formação artística e humana de cada um deles.

Quem também estava na comitiva e segue na disputa do festival é o bocaiuvense Yuri Patrick Oliveira de Souza, de 19 anos, que atualmente reside em Guaraciama.

“Foi uma experiência muito boa. Conhecer a faculdade Uni’Santana, que agora se tornou um dos meus sonhos, além de termos sido muito bem recebidos”.

Para André Bustamanti, de 43 anos, de Pirapora, foi uma honra representar os cantores do concurso. “Quero agradecer a toda organização do concurso Voz de Minas pela grandiosa viagem que fizemos a São Paulo para conhecermos a universidade de música e canto Uni’Santana. Foi uma grande honra para mim, o Felipe e o Yuri representarmos todos os cantores do concurso”, diz.

Para o jurado do festival Lucas Ribeiro, foi uma experiência nova para todos. “Foi muito proveitoso conhecer mais sobre toda a estrutura e suporte que temos para o projeto acontecer. Pude conhecer mais da Faculdade Uni Sant’ Anna, onde contam com profissionais extremamente qualificados e dispõem de uma variedade de equipamentos, o que contribui muito para o aprendizado”, diz.

O festival está na fase de ensaios com os intérpretes, nos testes de som, iluminação e transmissão. Ao todo, são mais de 40 envolvidos direta ou indiretamente na equipe de produção do festival. Tudo isso pode ser acompanhado pelas redes sociais do programa D’elas e TV Funorte.