Telas com expressões fortes, que demonstram tristeza, ansiedade, a dor do isolamento, mas também a esperança. Tudo isso retratado nos traços, contornos, sombras, luzes e cores que fazem do trabalho da montes-clarense Jussara Maria Freire Diniz, conhecida como Ssara Dinizz, um grande reflexo do momento que a sociedade vive.

Usando várias plataformas, como acrílica sobre tela, digital, tridimensionalidade e dadaísmo, além de mini esculturas em papietagem (técnica artesanal de dar forma a uma escultura ou preenchimento de molde a partir de papéis recortados ou picados e cola) e vasos de papietagem, Ssara prende o olhar do apreciador da boa arte.

Os trabalhos dela foram apresentados na exposição virtual “Arte em tempos de reclusão”, promovida pelo Museu Regional do Norte de Minas (MRNM).

Esta é a segunda vez que as obras da montes-clarense ganham espaço no museu. Em 2018, a artista havia recebido um convite da instituição ara expor os trabalhos na Semana Nacional dos Museus. Agora, teve a oportunidade de expressar, através de sua arte, sentimentos que estão sendo demonstrados pela sociedade neste momento de pandemia.

“Me senti feliz e honrada. Inclusive, este foi o tema escolhido por mim e pela artista piraporense Marly Gribel, que fez parceria comigo na exposição”, conta.

Em cada trabalho, a artista reflete os sentimentos da sociedade, de modo geral, relativos ao enfrentando de situações que estão sendo vivenciadas, cotidianamente.

Além de Montes Claros, Ssara expôs em várias cidades, como Belo Horizonte, São Paulo e no exterior, como Roma e República Dominicana. Participou também da Artcom Expo Internacional Association of Artist and Partnerships.

Os próximos desafios são alguns projetos que estão em andamento, dentre eles “Arte e Cultura – Dias de Reclusão” e Exposições de Artes e Coletâneas Literárias nos cinco continentes, organizados pela curadora Maria Vieira.

“Estamos em um momento de mudanças de paradigmas, onde o ser humano tem a oportunidade de refletir posturas éticas e culturais. E a arte retrata os momentos sociais. E cabe a nós, artistas, termos a sensibilidade de perceber e retratar tudo isso. A arte será um instrumento de registro da atual conjuntura”, revela Ssara Dinizz.

REDES SOCIAIS
Instragram: @Ssara Dinizz Artes
Facebook: Jussara Freire Diniz