Difícil encontrar uma criança ou adolescente que não almeje receber mesada. E a quantia mensal pode, sim, ser uma ótima ferramenta de educação financeira, desde que administrada por quem oferta e por quem recebe da maneira certa.

Ph.D em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), idealizador da metodologia DSOP e autor do best-seller “Terapia Financeira”, Reinaldo Domingos listou 7 dicas para administrá-la corretamente.

Confira:

CONTA CERTA
A criança não deve guardar todo o dinheiro para os sonhos. É preciso separar 50% para o dia a dia e se dar o direito de comprar algo que deseja, desde que sem excessos. Uma disciplina rígida demais pode acabar transformando a criança em obsessiva por dinheiro.

NADA DE "EMPRÉSTIMOS"
Os pais não podem, de forma alguma, usar o dinheiro que a criança guarda para os próprios sonhos, como uma espécie de empréstimo. Por mais estranho que pareça, alguns adultos se valem das economias dos pequenos em momentos de "aperto".

CONQUISTAS COM ESFORÇO
Jamais compre o objeto de sonho da criança antes de ela conseguir juntar o dinheiro para conquistá-lo. Isso fará com que fique registrado na memória a ideia de que não é preciso esforço para conquistar o que deseja.

ATOS TÊM CONSEQUÊNCIAS
Durante a implementação da mesada, você irá se deparar com a seguinte situação: a criança vai gastar todo o dinheiro antes de o mês terminar e pedirá mais. Isso é natural, mas é preciso que as consequências dos próprios atos sejam vivenciadas.

NEM CASTIGO NEM PRÊMIO
Mesada não pode ser prêmio nem castigo. É preciso que a quantia ofertada seja respeitada e que jamais vire moeda de troca ou "barganha" entre pais e filhos.

REMUNERAÇÃO
Mesada não é salário. Salários são pagos para quem trabalha e criança não pode e não deve trabalhar. Este conceito deve ser sempre reforçado.

AJA CORRETAMENTE
Ensino ao seu filho que tudo o que compramos deve vir com nota fiscal, desde um chocolate até uma bicicleta. Portanto, não deem exemplo errado negociando compra sem nota para obter desconto.