Em toda virada de ano, buscamos e desejamos saúde, prosperidade, sucesso, dinheiro, amor, e muitas outras boas vibrações. Tudo isso pode ser resumido em uma palavra: otimismo, a crença numa virada de chave, e para melhor. Esta convicção também faz parte do sentimento que a Pantone, referência mundial em sistema de cores, procurou transmitir na escolha do Classic Blue, ou azul clássico, como o tom de 2020.

“O azul está sempre presente, pois representa o céu. Portanto, por maior que seja a tempestade, o céu nunca desaparece. Por isso, ele representa a confiança. As pessoas querem resgatar justamente isso. A aposta da Pantone foi muito mais do que ‘dias melhores virão’. É uma cor de otimismo para os próximos anos”, analisa o trend hunter e professor do curso de Moda do Centro Universitário UNA, Aldo Clécius.

Essa vibe proposta pela Pantone partiu da captura do espírito do tempo. “É interessante pensarmos como a empresa consegue pegar tudo o que vivemos, como gostos e expectativas, em nível mundial”, expõe Carla Mendonça, professora do curso de Moda da Universidade Fumec.

A especialista observa, ainda, que essa tonalidade de azul é a mesma que vemos logo antes do anoitecer. “Não é suave ou alegre, mas sugere uma mudança. O mundo precisa de uma reviravolta. Até o fato de ser a cor que antecede a noite, não sugere alegria, mas sim a transformação”.

Como usar

E se você está na vibração de um 2020 próspero e repleto de boas mudanças, talvez o azul clássico possa ser sua escolha para o Réveillon. A cor vai muito bem com as tonalidades de joias e bijouterias prata, dourado e rosé, além de ser praticamente neutro e possibilitar diversas combinações. Cores como laranja, violeta, verde, vermelho, e os neutros preto, branco e nude, casam perfeitamente com os visuais azuis.

Veja as sugestões de looks que fizemos para você!

PLUT-21122019_BOX1MODA.png

O macacão é uma das peças mais versáteis do guarda-roupa feminino. Estampado ou liso, alonga a silhueta, especialmente se a modelagem da parte inferior for pantalona, como neste da Alphorria, que mescla o Classic Blue com o azul bebê. Para acompanhar o look, sugestão de brincos pendentes e anéis Manoel Bernardes

PLUT-21122019_BOX2MODA.png

Os babados e as linhas diagonais das peças deste conjunto da Skazi promovem dinamismo e modernidade ao visual, que vai bem em vários tipos de festa. Naqueles que pedem sandálias, scarpins ou mesmo uma rasteirinha bem confortável. Para todos esses calçados, as peças Manoel Bernardes destacadas ao lado da imagem casam perfeitamente

PLUT-21122019_BOX3MODA.png

Há anos as hot pants são sucesso nas festas de Réveillon. E nesta virada não será diferente! Este vestido transparente da Skazi, em que ganha destaque a peça, pede acessórios delicados como esses da atual coleção “Oceano” da Manoel Bernardes. Os itens mesclam pedras em azul claro e violeta, combinações incríveis para este azul mais profundo

PLUT-21122019_BOX4MODA.png

Em estampa mesclada com o Classic Blue, esta peça de Victor Dzenk encaixa perfeitamente em um fim de ano em grandes hotéis ou casas de festa, sem muita bagunça. Sugerimos, aqui, o uso com joias em prata do catálogo de Manoel Bernardes

PLUT-21122019_BOX5MODA.png

Para acompanhar esse vestido da Strass, a sugestão são brincos pendentes e anel – estes da joias Bruna Gasparini. A tonalidade é mais sóbria que o azul clássico, mas está dentro das propostas de variação de tons que especialistas em imagem de todo o mundo propuseram

PLUT-21122019_BOX6MODA.png

Também da Strass, esse vestido longo pode ser combinado com sandálias com e sem salto e, ainda, ter um cinto sobreposto na tonalidade das joias Manoel Bernardes que destacamos aqui, ou mesmo uma rasteirinha dourada trabalhada com pedras