A poucos dias do Natal, grande parte das famílias já definiu o cardápio da ceia, quase sempre elaborado com pratos tradicionais para a época. A dúvida que resta é sobre quais entradas e petiscos servir para fugir da mesmice. Opção elegante e que pode reunir tudo o que os convidados mais gostam, as tábuas de frios e pães são descomplicadas e não fazem feio diante do desejo de celebrar em grande estilo. 

O truque para caprichar na composição é preencher cada espacinho da travessa – que pode ser de madeira, porcelana, vidro ou mesmo de inox, desde que tenha um formato bonito –, ensina a professora de culinária Sabrina Gomide, sócia da Experimente Cozinha – Food Lab, no bairro Santa Lúcia, em Belo Horizonte. Nada de espalhar cada coisa num cantinho! 

Segundo ela, quanto mais completo o recipiente estiver, mais apetitosa ficará a montagem. Na hora de escolher os ingredientes, vale colocar um pouco de tudo: pães sortidos, patês e pastinhas, queijos variados, geleias, frutas frescas e secas, castanhas, peças de charcutaria e até chocolates. 

Do tamanho certo

Ao dispor os quitutes sobre o recipiente use a regra da facilidade ao servir-se: quanto mais próximos dos tamanhos que forem levados à boca os ingredientes estiverem, melhor. Corte ao meio frutas como damasco, fatie os queijos e os embutidos e deixe os pães já porcionados, mas montados como se estivessem inteiros – assim, ficam mais bonitos. 

“Para deixá-los (os pães) sempre novinhos, leve ao forno pré-aquecido 5 minutos antes de servir. Ficarão crocantes por fora e macios por dentro, sem aquele aspecto de torrada”, ensina Sabrina, que recomenda servi-los com antepastos neutros, que possam ser consumidos tanto por carnívoros quanto por vegetarianos (aprenda receitas de pesto de abobrinha e chutney de abacaxi com damasco no fim da matéria).

Outra dica da professora de culinária é escolher frutas conforme a sazonalidade delas. Variedades que combinam com a ceia de Natal, figo, damasco, uva-passa (em rama, mais charmosa) e abacaxi são apostas certeiras. Aproveite para caprichar também num cantinho dedicado aos sabores mais doces, como os do chocolate, que pode ser em barrinha ou partido ao meio. 

Quanto mais variedade, melhor!

Sócia-proprietária do Buffet Fora do Comum, também na capital, Camila Bitencourt recomenda escolher, dentre os pães e queijos, variedades com características diferentes para agradar todo mundo. A sugestão dela é optar pelos pães tipo ciabatta, as baguetes e o pão australiano, que tem sabor mais adocicado. 

Dentre os queijos, além dos mineiros, cada vez mais apreciados e presentes na mesa do brasileiro, as opções são brie (para comer com geleia), gruyère e gorgonzola, que pode ser consumido com mel. 

À frente da tábua ou do recipiente escolhido, disponha duas vasilhinhas –uma para acomodar sementes, por exemplo, e outra para os talheres que serão utilizados. 

Tábuas de frios Sabrina Gomide

Professora de culinária, Sabrina Gomide diz que quanto mais preenchida a tábua estiver, melhor

RECEITAS:

- Receitas da professora de culinária Sabrina Gomide, sócia-proprietária da Experimente Cozinha – Food Lab

- Antepasto de berinjela

– Ingredientes:
700 g de berinjela cortada em tiras
1 cebola grande picada em tiras
1/2 pimentão vermelho cortado em tiras
1/2 pimentão amarelo cortado em tiras
200 ml de azeite
1 colher de chá de açúcar
125 g de azeitonas verdes picadas
2 colheres de sopa de uvas-passas pretas
1 ½ colher de sopa de alcaparras (lavadas)
2 colheres de sopa de salsinha picada
25 g de nozes
3 dentes de alho
Tomilho
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

– Modo de preparo: 
Pré-aqueça o forno a 180°C por 15 minutos. Lave e parta todos os legumes em tiras finas. Junte o azeite, as azeitonas, as passas e as alcaparras, alho e nozes. Misture bem e tempere com açúcar, sal e pimenta do reino. Leve ao forno por 45 minutos. Finalize com as ervas.

- Pesto de abobrinha
 
– Ingredientes:
1 abobrinha grande
1 colher de sopa de azeite
2 dentes de alho
Sal e pimenta a gosto

– Modo de preparo:
Rale a abobrinha no ralo fino. Deixe escorrer numa peneira por 15 minutos. Enquanto isso, esprema o alho numa panela pequena, adicione o azeite e reserve. Esprema a abobrinha novamente para garantir que não fique excesso de água. Refogue o alho no azeite em fogo baixo e adicione a abobrinha. Cuidado para não deixar o alho queimar. Mexa sem parar até que a abobrinha esteja cozida e com textura cremosa como de uma pastinha. Tempere com sal e pimenta a gosto e sirva com torrada.

- Chutney de abacaxi com damasco

– Ingredientes:
2 abacaxis pequenos cortados em pedaços de 2,5 cm
250 g de laranjas sem sementes cortadas em fatias
Sal grosso
500 g de maçãs vermelhas sem cascas e caroços
300 g de damascos secos picados grosseiramente
1 litro de vinagre de vinho branco
500 g de açúcar cristal
1 pimenta dedo de moça sem sementes e sem as películas branca cortadas em fatias finas
2 colheres de sopa de mostarda em grãos (pretas ou amarelas)
1 colher de sopa de pimenta verde em grãos
2 colheres de sopa de sal
1 ramo de folhas de hortelã em tiras finas

– Modo de preparo:
Numa panela grande, coloque todas as frutas e o vinagre. Quando levantar fervura, reduza a chama e deixe ferver por 15 minutos. Junte o açúcar, as pimentas, os grãos de mostarda e o sal. Mexa bem para dissolver o açúcar. Cozinhe em fogo brando em panela sem tampa por cerca de 1 hora ou até a mistura engrossar. Por fim, juntar as folhas de hortelã. Guarde em frascos esterilizados na geladeira.

Tábua de frios para o Natal

Tábua deve ter pães sortidos, queijos variados, patês, geleias e pastinhas, além de frutas e castanhas

Confira o passo a passo de uma montagem feita por Sílvia Oliveira, do Instagram @matraqueando:

Mesa posta em 17 passos, conforme a personal organizer, especialista em gestão residencial, Letícia Cordeiro:

Mesa posta

Clique para ampliar ou salvar

1– Borda da mesa
2– Sousplat ou apoio de prato (opcional)
3– Prato de serviço, usado para petiscos consumidos antes da salada
4– Prato de entrada ou salada
5– Prato de pão – quando for servido como acompanhar de sopa ou consomê, por exemplo
7– Colher para entrada ou sopa, quando servida
8– Garfo e faca de entrada ou primeiro prato
9– Garfo e faca de prato principal
10– Faca de manteiga
11– Talheres de sobremesa. A faca é para frutas
12– Copo/taça de água 
13– Taça de vinho tinto
14– Taça de vinho branco
15– Taça de espumante
16– Guardanapo

 

Diretora da Duenna Gestão Residencial, expert em organização, Letícia Cordeiro diz que é perfeitamente possível montar uma mesa bonita para as festas de fim de ano mesmo com pouco espaço sobre ela. A dica número um é priorizar as fases do evento. Por exemplo: disponha primeiro o que for necessário para entradas e petiscos, depois, as peças do prato principal e da sobremesa. "Até mesmo as entradas podem ser deixadas preparadas e separadas na cozinha para irem abastecendo a mesa aos poucos, no decorrer da festa", explica Letícia, sugerindo que "kits" sejam montados previamente para facilitar o "transporte" até a mesa. 

Em mesas com espaço farto, vale lembrar de usar somente a quantidade de peças necessárias, evitando tumultuar o ambiente e utilizar áreas livres que poderiam ser aproveitadas de outras formas. "É importante lembrar que as pessoas precisam de um espaço livre para deixar copos e pratinhos de servir, por exemplo", justifica Letícia. Para evitar o famoso troca-troca de copo e, assim, sujeira desnecessária para o anfitrião, a estratégia é usar louças diferentes, mas que combinem entre si. "Desta forma, cada pessoa sempre irá reconhecer seu próprio copo ou pratinho", afirma Letícia Cordeiro. 

Leia mais:

Perfis no Instagram oferecem serviços (de babar) para caprichar na decoração da mesa