Há exatos cem anos nascia, em Recife, o "anjo pornográfico" Nelson Rodrigues. Não por outro motivo, algumas celebrações estão previstas para marcar o dia de hoje. No Rio de Janeiro, no Museu da República (rua do Catete, 152), das 19 às 21h30, haverá leitura de trechos da obra rodriguiana por parte da atriz Malu Mader.

O evento tem o aval da Editora Nova Fronteira, que chancela a publicação "O Brasil em Campo". A obra, que tem organização de Sonia Rodrigues, filha do autor, reúne textos daquele que é apontado como o "inventor da crônica esportiva brasileira".

Na ocasião, serão apresentadas também as novas edições do volume de crônicas "A vida como ela é" e das peças "Vestido de noiva", "A mulher sem pecado", "Valsa nº 6", "Doroteia" e "Anjo negro".

Papel da ficção

Logo no texto que abre o livro "O Brasil em Campo", Nelson afirma que, no Brasil, é o futebol que faz o papel da ficção. Heróis de botas e penachos, supertipos, maus-caracteres: é possível encontrar tudo isso, e muito mais, nos clássicos imortais e amistosos caça-níqueis.

"Lembro-me de uma pelada a que assisti, faz tempo", escreve. "Um dos adversários era o brioso Rosita Sofia. E o outro devia ser o Manufatura, ou Mavilis, sei lá. De repente, a coisa começou a crescer em campo. Tudo adquiriu um dramatismo inesperado e colossal. E me doeu não ser um Camões, ou um Sófocles, ou um Tolstói. Eu via, ali, todo um material abundantíssimo para um Guerra e Paz".

Até hoje ninguém foi capaz de estimar quantas crônicas Nelson escreveu em jornais ou compilar todas elas. Sonia, no entanto, vem, desde 1999, pesquisando e reunindo a obra do autor, fazendo com que, dos 71 textos incluídos neste volume, 59 tenham sido selecionados do acervo obtido por meio desse trabalho.

Até agosto de 2013 a Nova Fronteira recolocará nas livrarias, em novas edições, a obra completa de Nelson Rodrigues.

Desvendando Nelson

Já o selo Generale, da Editora Évora, aposta em "Desvendando Nelson Rodrigues – Principais Adaptações da Literatura para o Cinema e a Televisão", do escritor e professor de literatura Alexandre Callari. A publicação traz breve biografia, apresentando algumas obras escritas para o cinema e para a TV.