Aproveitando o momento de que a gastronomia mineira é destaque tanto no mercado nacional quanto internacional, o Sindicato dos Bufês de Belo Horizonte (Sindbufê) promove o primeiro Sindbufê Day, no espaço W11, no bairro Estoril, na região oeste da capital.

Ocorrendo durante a semana do micro e pequeno empresário promovida pelo Sebrae, o Sindbufê Day é o resultado do investimento dessas empresas do setor de prestação de serviço e da área de alimentação em querer entender as mudanças do mercado e de buscar capacitar e promover a integração da categoria.

O evento, pioneiro no mercado mineiro e nacional, reúne em um só espaço palestras, aulas show, exposição de produtores e fornecedores, além de orientações estratégicas de técnicos do Sebrae. Atualmente, Belo Horizonte e região metropolitana contam com cerca de 1500 empresas do gênero, sendo que 750 trabalham de forma legalizada.

Encontro de bufês em BH busca capacitar e incentivar a formalização no setor

"Tudo começou há 20 anos com a formação da Associação Mineira de Bufê. Há 4 anos nos tornamos o sindicato. Somos a única associação do gênero no país e contamos com 17 empresas associadas. Nosso intuito é ajudar e colaborar para que bufês que atuam na informalidade passem a ser legalizados. Isso é benéfico para o pequeno empresário que conta com uma ajuda profissional, para o setor que fica mais forte e qualificado, e para o cliente que pode confiar em contratar uma boa empresa para realizar o serviço", afirma José Teixeira Filho presidente do Sindbufê.

Um parceiro importante para o setor e para o Sindibufê Day, o Sebrae marca presença no evento prestando atendimento sobre custos, despesas, qualidade no atendimento e estratégias para adquirir e manter clientes.

"Fomos procurador no início do ano para atender empresas associados ou não com o Sindbufê. Fizemos um diagnóstico e descobrimos que se tratavam de bufês com mais de 5 anos de mercado. Ou seja, empresas já consolidadas no ramo. Estamos aproveitando o Sindbufê Day para apresentar os dados recolhidos e dar atendimentos personalizados aos pequenos empresários", diz Raquel Vilarinho, gestora do Sebrae-MG.

Nesta sua primeira edição, o Sindibufê Day teve o foco voltado para a gestão e qualidade dos empreendimentos e dos negócios. A segunda edição do evento, que deve acontecer no fim do mês de fevereiro ou começo de março de 2016, vai explorar o lado gastronômico dos bufês. “Estamos num trabalho de conscientização e de formalização das empresas. O próximo passo será melhorar o produto final e incrementar ainda mais os itens oferecidos pelos bufês da capital”, conta José Teixeira.

Mercado Crescente

Um dos espaços mais concorridos e disputados no Sindibufê é o da Forno de Minas. A gigante mineira, além de expandir sua área de atuação para fora no Brasil, também está investindo alto no setor de bufês. “Este é um novo foco para a Forno de Minas. Tudo é novidade para a gente, mas as expectativas são ótimas. Estamos apresentando aqui na feira nossa nova linha de massas, de tartelete e batatas (fritas e assadas). Vamos ter mais lançamento para o setor ainda neste ano. Estar aqui facilita o nosso trabalho de ir atrás dos bufês para mostras a nova linha”, explica Patrícia Bicalho, representante da Forno de Minas.

Encontro de bufês em BH busca capacitar e incentivar a formalização no setor

Outra que viu com bons olhos a sua participação no Sindibufê foi a Nova Safra. Gigante do ramo de distribuição e revenda no ramo de Food Service, a empresa, além de ter no seu catálogo mais de 6 mil itens entre alimentícios, descartáveis e acessórios, ela também oferece cursos teóricos e práticos nas áreas de panificação, confeitaria, sorveteria e culinária.”Preocupamos cada vez mais com a comodidade dos nossos clientes. Queremos que eles tenham o menor trabalho possível durante as compras para que possam gastar tempo com a produção e prestação dos seus serviços”, explica a diretora de marketing da Nova Safra Ana Carolina Félix.

Encontro de bufês em BH busca capacitar e incentivar a formalização no setor