O projeto Quadrilátero vai promover encontros de músicos em quatro dias no palco do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Belo Horizonte.

O músico, compositor, arranjador e saxofonista Leo Gandelman, idealizador da iniciativa, conta que essa é a oportunidade para troca entre músicos e público, já que esta é a primeira atração musical presencial em 2021.   

Pelo palco vão passar 16 artistas. A primeira apresentação, na quinta-feira (29), será dedicada aos percussionistas: Pretinho da Serrinha, Marcos Suzano, Marcelo Costa e Robertinho Silva, com o tema Da África às Américas.

Na sexta-feira (30), o encontro será com os saxofonistas Leo Gandelman, Mauro Senise, Zé Carlos Bigorna, Nivaldo Ornellas, que vão homenagear Ary Barroso e Moacyr Santos.

Choro e Afro Sambas são as sonoridades do sábado (31), com apresentações dos músicos Rogério Caetano, Luis Barcelos, João Camarero, Henrique Cases.

No último dia, domingo (1), uma reverência aos mestres Radamés Gnattali, Astor Piazzolla e Villa Lobos, com o quarteto de cordas dedilhadas formado por Janaina Salles, Carla Rincon, Inah Kurrels, Jocelynne Huiliñir Cárdenas.

As apresentações serão sempre às 20h. Os ingressos podem ser adquiridos no site do CCBB.

Acompanhe a entrevista na íntegra com Leo Gandelman.