O documentário "Democracia em Vertigem", disponível na Netflix e com direção da belo-horizontina Petra Costa, de 36 anos, é o nome brasileiro no Oscar 2020. A Academia divulgou, nesta segunda-feira (13), a lista com os indicados. Concorrem com a produção brasileira na categoria Melhor Documentário as obras "American factory", "The cave", "For Sama" e "Honeyland". Não por acaso, "Oscar" e "vertigem" já são os assuntos mais comentados no Twitter nesta segunda. 

O longa narra, a partir da percepção da própria Petra, os acontecimentos que precederam e culminaram no impeachment da então presidente Dilma Rousseff em 2016. A produção de 2019, mais do que trazer os registros da época, dão um relato pessoal e íntimo sobre a situação política do país desde o primeiro mandato do presidente Lula até o impeachment. 

Aclamado desde o seu lançamento, o filme estreou mundialmente no Festival de Cinema de Sundance de 2019, tendo sido indicado a prêmios como o do próprio festival, o CPH:DOX e o Prêmio Tim Hetherington. 

Assista ao trailer:

Leia mais:

Dirigido pela mineira Petra Costa, 'Democracia em Vertigem' está em lista de pré-indicados ao Oscar
Netflix divulga lista com produções mais populares da plataforma em 2019; confira