O #SouMinasGerais teve início, na esplanada do Mineirão, com 20 minutos de atraso, às 16h20 desta terça-feira (8). Criolo abriu o evento, agitando o público. A expectativa é que até esta noite cerca de 12 mil pessoas compareçam ao espetáculo. Segurando balões em forma de coração, o público não decepcionou e cantou junto com Criolo.

"O sentimento nos une, somos um só coração e gesto de solidariedade e amor. A todos os envolvidos, obrigado demais. Muito obrigado!", disse Criolo, o idealizador do evento, na abertura do show. Em seguida o público fez o coro: " Uh, é Mariana".

O evento é beneficente em prol das vítimas da barragem da Samarco, que rompeu no último 5 de novembro, em Bento Rodrigues, distrito de Mariana. "A música foi o jeito que a gente achou de dividir as nossas ideias em prol de uma situação, que aconteceu em Minas Gerais, um lugar que a gente ana tanto", disse Criolo em entrevista aos jornalistas.

O músico se apresenta ao lado de Tulipa Ruiz e Emicida. Depois o show segue, às 18h, com Jota Quest. O encerramento será com Caetano Veloso, a partir das 20h. Milton Nascimento também participará da apresentação.

O rompimento da barragem da Samarco deixou ao menos 15 mortos e quatro desaparecidos, além de um enorme dano ambiental. A verba arrecadada com o #SouMinasGerais será usada para auxiliar as vítimas e a recuperação do meio ambiente que foi devastado.

De acordo com a organização do evento, 10 mil ingressos foram vendidos até o momento. Mas a expectativa é a de que 12 mil pessoas passem pela esplanada do Mineirão até o fim da noite desta terça-feira.

Confira a galeria de fotos do show: