A relação entre a pintura e a fotografia está diretamente ligada à amizade de mais de 20 anos dos artistas Guilherme Bergamini e Gustavo Salgado que apresentam os trabalhos “Tiragem limitada” e “Cidades e mitos” em exposição aberta ao público a partir desta segunda (13) na Galeria de Arte da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais.

Com “Tiragem limitada”, o artista visual Guilherme Bergamini compõe um diário visual itinerante, cuja proposta é tornar a arte fotográfica acessível a seus admiradores. Os trabalhos, que podem ser adquiridos pelo público, são numerados, assinados e certificados pelo autor.

Já em “Cidades e mitos”, o artista plástico Gustavo Salgado retrata cenas, personagens e ícones da história do século XX. Após uma viagem multicultural pela Europa, Salgado produziu uma série de pinturas retratando cenas de algumas cidades: lugares pitorescos como os cafés parisienses, a vida noturna de Londres e os canais holandeses. Influenciado pela Pop Art, pelo cinema e pela música, o artista retratou também personalidades marcantes da cultura e da história, como Jimi Hendrix, Marilyn Monroe e Gandhi.

Natural de Belo Horizonte, Guilherme Bergamini é apaixonado por fotografia desde a infância. É entusiasta e curioso das inúmeras possibilidades que a técnica permite explorar. Premiado em concursos e festivais nacionais, o artista visual faz da fotografia seu meio de crítica política e social e, por meio dela, procura expressar suas vivências pessoais, sua visão de mundo e suas angústias.

O artista autodidata Gustavo Salgado nasceu em Belo Horizonte, é pesquisador e trabalha com diversas formas de arte. Sua pintura se expressa pela harmonia entre cores fortes e vibrantes e pinceladas definidas, utilizando a técnica óleo sobre tela.

 

Guilherme Bergamini

(Acima reprodução do trabalho de Guilherme Bergamini na Assembleia)

SERVIÇO
Exposição “Tiragem limitada” e “Cidades e mitos” de Guilherme Bergamini e Gustavo Salgado na Galeria de Arte Gustavo Capanema - Assembleia Legislativa (r. Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho). Segunda a sexta, das 8 às 18h. Entrada franca