Nas comemorações do centenário de nascimento de Dorival Caymmi, Belo Horizonte marcou presença, sediando o projeto “Caymmi, Quando se Canta Todo Mundo Bole”, que ocupou o CCBB BH, e que se despede neste final de semana com presenças “pra” lá de especiais: o filho caçula do homenageado, Danilo Caymmi, e a filha dele, Alice. A dupla de DNA privilegiado apresenta o show “Acalanto” sábado e domingo, às 19h.

Em entrevista ao Hoje em Dia, Alice Caymmi não se furtou a falar sobre a admiração pelo avô (1914-2008). “Ele foi o pilar principal da minha criação, meu norte, assim como norteia muita gente”.

Alice e Danilo vão brindar o público com clássicos como “Saudade da Bahia”, “Samba da Minha Terra” e “Sábado em Copacabana”, “Roda Pião” e “A Vizinha do Lado”, que cantam juntos no palco.

Aos 24 anos e com uma produção intensa desde 2012, quando lançou seu primeiro CD “Alice Caymmi”, a cantora e compositora, também não economiza elogios ao pai. “Na verdade, ele não me cobra nada (na música), pois já me ensinou tudo. O que sobra agora é trabalharmos juntos”, frisa Alice, que já colocou na praça seu segundo trabalho, “Rainha dos Raios”.

“Acalanto”, com Alice Caymmi e Danilo Caymmi. Amanhã e domingo, às 19h, no Centro Cultural Banco do Brasil BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários). Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia)