Com a missão de integrar ações culturais da Fundação Municipal de Cultura (FMC) e do Sesc, o projeto Circula Cultura foi lançado nesta terça-feira (9), quando as duas instituições assinaram o protocolo de intenções para parcerias em atividades em Belo Horizonte. A agenda de eventos do projeto ainda está sendo elaborada e deve ser divulgada nos próximos dias.

O objetivo é unir conhecimentos técnicos e infraestrutura para dar força às ações de responsabilidade social, otimização de recursos financeiros e ocupação de espaços culturais.

Presente no encontro, o prefeito Marcio Lacerda a oficialização dessa parceria aprimora o que já é desenvolvido nos equipamentos culturais da capital. “Para citar um exemplo prático, na Virada Cultural o Sesc foi um dos colaboradores”, lembrou.

Para o presidente da FMC, Leônidas Oliveira, o convênio com o Sesc vai ampliar a oferta cultural, seja de eventos, de formação de público e de cursos e oficinas.

Conforme informações da assessoria de imprensa da prefeitura, um exemplo de iniciativa que terá presença na parceria são os cursos e oficinas de corte e costura, ministradas por professores do Sesc, a serem realizados no Centro de Referência da Moda.

O diretor regional do Sesc, Rodrigo Penido Duarte, lembrou que neste ano os diversos produtos culturais da instituição que dirige, tanto itinerantes quanto nas unidades, a exemplo do Sesc Palladium, conseguiram chegar a um público de quase meio milhão de pessoas. "Essa parceria vai contribuir para a meta de ampliar continuamente esse número”, acredita.