Nos próximos cinco dias, o Music Hall será transformado em um cabaré contemporâneo. As pessoas vão poder beber, comer, dançar e conferir o espetáculo burlesco “Glory Box”, que faz parte da programação do Festival Internacional de Teatro de Palco & Rua (FIT).


Criado pelos australianos Moira Finucane e Jackie Smith há dez anos, “Glory Box” se propõe a ser uma mistura de diferentes linguagens cênicas, como o cabaré parisiense, o circo russo, a ópera italiana e a disco music. A sensualidade e o impacto da cultura gótica também são ingredientes importantes.


“Um show nunca é como o outro. A ideia nasceu quando conheci um clube pequeno na China onde estavam poetas, dançarinos e representantes de um povo muito interessante. Decidimos voltar a Melbourne e fazer um espetáculo que contemplasse tudo, que fosse divertido, subversivo, hilário e provocante”, afirma Moira Finucane.


“Glory Box” já viajou para países de dez línguas distintas. Em São Paulo, durante a Virada Cultural no fim de semana passado, foi apresentado para aproximadamente 10 mil pessoas. A língua não é uma barreira – especialmente porque Moira está treinando bem o português.


“O espetáculo não é baseado em texto. É um teatro muito físico, que internacionalmente ganha muitos sentidos”, explica Moira. “Nosso interesse não é em chocar, mas provocar um diálogo interessante sobre liberdade e sensualidade. Queremos que a plateia saia de seu lugar comum”.


O FIT 2014 entra em sua reta final e hoje mais um espetáculo internacional entra na grade: o alemão “Es Sagt Mir Nichts, Das sogenannte Draußen”, no Teatro Francisco Nunes.


“Glory Box” no Music Hall (av. do Contorno, 3239, Santa Efigênia). Desta quarta-feira (21) a sábado, às 22h30, e domingo, às 19h30. R$ 20 e R$ 10 (meia), à venda em www.fitbh.com.br e no posto da Belotur do Mercado das Flores