O público mineiro tem a chance de mais uma vez poder conferir a série fotográfica "Paisagem Submersa" do trio de fotógrafos Pedro Motta, João Castilho e Pedro David.

Criada em 2008, "Paisagem" é uma exposição que integra ainda instalações e um livro. No entanto, o que estará exposto até dia 23/11 no Museu Mineiro são exclusivamente 15 imagens – fotos que foram doadas pelos artistas ao espaço.

Divisor de águas

O próprio trio mineiro considera a mostra um registro poético que revela a primeira experiência como coletivo – trabalho produzido durante viagem ao Vale do Jequitinhonha enquanto dava-se o processo de instalação da Usina Hidrelétrica de Irapé.

"Paisagem’ é um trabalho importante porque marca o início da nossa trajetória como parceiros. Foi a partir daí que descobrimos o que era trabalhar junto, aprendemos a nos inscrever em projetos e até a criar instalações. Éramos garotos de 20 e poucos anos. Foi uma viagem de descobrimento", comenta Castilho.

O resultado não poderia ser melhor: tem garantido o reconhecimento de público e crítica. "Embora seja antiga, é uma mostra que vira-e-mexe bate à nossa porta. Ainda hoje, 'Paisagem' é convidada a participar de festivais e bienais. Tornou-se referência e ficamos felizes por isso".


Serviço

Exposição "Paisagem Submersa" de Pedro Motta, João Castilho e Pedro David no Museu Mineiro (avenida João Pinheiro, 342, Lourdes). Terça, quarta e sexta, das 10 às 19 horas. Quintas das 12 às 21 horas. Sábado, domingo e feriado, das de 12 às 19 horas. Até 23/11.