Uma diarista, de 28 anos, foi presa, nessa segunda-feira (23), após confessar ter usado o cartão de débito da patroa para fazer compras pessoais e saques.

A patroa, uma mulher de 63 anos, começou a desconfiar que algo estava errado, quando notou que havia menos dinheiro em sua conta bancária. Junto da filha, a mulher foi até o banco e viu, no extrato dos últimos três meses, os registros de uma série de compras que ela não havia feito. Ela desconfiou de duas pessoas, entre elas a diarista, e foi com a filha até a casa da mulher.

Após questionarem a suspeita, as duas obtiveram a confissão do estelionato. Mãe e filha, então, acionaram a Polícia Militar, que foi até a casa da diarista. Em buscas no imóvel, os militares encontraram celulares, relógios, roupas, sapatos, cosméticos, eletrodomésticos, artigos de cama, mesa e banho e o cartão, escondido na cozinha. Ainda foram encontrados R$ 2.549 em dinheiro, que seriam de saques efetuados pela suspeita da conta da patroa.

A mulher foi levada para a Central de Flagrantes 4, mas foi liberada, segundo informou a Polícia Civil.