Cinco sobreviventes do rompimento da barragem da Mina de Córrego do Feijão em Brumadinho foram ouvidos como testemunhas pela Polícia Civil nesta quarta-feira (30).

De acordo com a assessoria de imprensa da corporação, os depoimentos foram prestados na Delegacia de Meio Ambiente, em Belo Horizonte. A PC, no entanto, não divulgou o teor dos depoimentos, mas confirmou que se tratam de pessoas que foram resgatadas com vida após o rompimento. 

As oitivas, que são parte do inquérito que vai apurar as circunstâncias da tragédia em Brumadinho na última sexta-feira (25), começaram durante a manhã e se estenderam pela tarde.

Até o momento, já foram confirmados 84 óbitos, dos quais 51 corpos foram identificados, e ainda há 276 pessoas desaparecidas em Córrego do Feijão.

Leia mais:
Hidrelétrica em Minas tem operação paralisada por risco de chegada da lama e dano a equipamentos
Corpos de fundador da Number One e filho são identificados; enterro será às 17h em BH
IML já identificou 51 mortos na tragédia em Brumadinho, diz Defesa Civil
Semad suspende todos os pedidos de licenciamento ambiental para barragens de rejeitos em Minas