Depois de duas horas de prova no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os primeiros candidatos já saíram das salas da PUC Minas, no Coração Eucarístico, região Noroeste de Belo Horizonte.

Neste domingo (28), os estudantes prestaram os testes de Matemática e Ciências da Natureza, considerados por muitos o "bicho papão" do teste. Para Guilherme Silveira, de 17 anos, as questões de Química e Física foram as mais complicadas. Eduarda Silva, de 18, também viu dificuldade no teste.

No entanto, para Luca Diniz, de 17, e Kauê Miranda, de 18, as questões de hoje estavam mais fáceis em comparação com anos anteriores.

A avaliação geral é de que a prova foi tranquila e sem nenhuma polêmica. O jovem Andrey Botrell, de 16 anos, que quer estudar algo na área de humanas, avaliou positivamente o desempenho. Segundo o garoto, a pandemia não foi mencionada, algo que não o surpreendeu.

Yasmim Nicolle, de 17, que pretende cursar Psicologia, foi uma das primeiras a deixar o local de prova. "Treineira", ela afirmou que não estava totalmente preparada. "Só segurei na mão de Deus e fui. Chutei algumas questões", revelou.

Os estudantes têm até às 18h30 para entregar as respostas. Na semana passada, eles fizeram os testes de Linguagens e Ciências Humanas, além da Redação. Apesar de os portões já estarem liberados para saída, só poderão levar o caderno de provas para casa aqueles que saírem faltando 30 minutos para o prazo final.

Leia Mais:
Matemática e Ciências da Natureza: os detalhes do segundo dia de Enem em BH