Moradores de Belo Horizonte com 84 e 85 anos estão convocados para receber a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (17). O cronograma divulgado pela prefeitura da capital indica que os próximos dias serão dedicados à dose de reforço para públicos específicos, além da repescagem da segunda e terceira doses.

Para se imunizar, o público convocado precisa ter recebido a segunda dose da vacina há pelo menos cinco meses. No centro de saúde, é preciso apresentar documento de identificação com foto, CPF, cartão de vacina e comprovante de residência em BH.

O horário de funcionamento dos locais de vacinação é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para pontos fixos e extras, e das 8h às 16h30 para o drive-thru (veja aqui os endereços). Há também quatro pontos de vacinação com horário noturno. Os públicos elegíveis para se vacinar nesse período são exclusivamente os convocados para o dia em questão. Confira os endereços: 

  • UFMG Campus Saúde (Escola de Enfermagem): avenida Professor Alfredo Balena, 190 - Santa Efigênia – Funcionamento das 12h às 20h;
  • Faculdade Pitágoras: rua dos Timbiras, 1.375 - Funcionários – Funcionamento das 8h às 20h;
  • UNA-BH: rua Aimorés, 1.451 - Lourdes – Funcionamento das 8h às 20h;
  • Faminas-BH: avenida Cristiano Machado, 12.001 - Vila Clóris – Funcionamento das 8h às 20h.

Confira o calendário de vacinação desta semana:

  • Quarta-feira (17): dose de reforço dose para pessoas de 85 e 84 anos cuja data da segunda dose tenha completado 5 meses. 
  • Quinta-feira (18): dose de reforço para pessoas de 83 e 82 anos cuja data da segunda dose tenha completado 5 meses. 
  • Sexta-feira (19): repescagem de dose de reforço para idosos cuja data da segunda dose tenha completado 5 meses; repescagem de dose adicional para pessoas com alto grau de imunossupressão a partir de 18 anos; e repescagem de segunda dose para pessoas de 29, 26, 25, 24, 22, 21 e 20 anos vacinadas com a Pfizer.

Leia mais:
BH volta ao nível amarelo de alerta contra a Covid; taxa de transmissão da doença aumentou
Quando o Atlético pode ser campeão brasileiro? Veja as contas para o título