O consórcio Pfizer – BioNTech pediu autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que sua vacina contra a Covid-19 possa ser aplicada em crianças com idades entre 5 e 11 anos.

Para isso, a empresa fará um ajuste no imunizante com dosagem menor. Os frascos terão cores diferentes para diferenciar a vacina aplicada em adolescentes e adultos.

Segundo a Anvisa, a análise técnica será feita com cautela e de forma rigorosa para a inclusão deste público no plano de imunização nacional. O prazo de avaliação da solicitação do laboratório pela Anvisa é de até 30 dias.

A vacina da Pfizer está registrada no Brasil desde 23 de fevereiro deste ano. O registro inicial contemplou pessoas com mais de 16 anos. No dia 11 de junho, a Anvisa autorizou a inclusão da faixa etária de 12 a 15 anos.

Vacinação de adultos

Neste sábado (13), o Ministério da Saúde alcançou a marca de 350 milhões de vacinas contra a Covid-19 distribuídas a todos os estados do país.

Segundo a pasta, já foram aplicadas mais de 294,2 milhões de doses. Até o momento, 88,5% da população-alvo foram imunizados com ao menos uma dose de vacina. Isso significa que 156,7 milhões já iniciaram a imunização. Outras 126,2 milhões de pessoas já completaram seus ciclos vacinais e tomaram as duas doses ou a dose única da vacina.

Leia também:
Presidente da Funed fala dos desafios gerados pela Covid-19 e papel da fundação
BH aplica reforço contra Covid em trabalhadores da saúde e idosos de 82 a 85 anos nesta terça