A chuva não dará trégua aos belo-horizontinos nesta quinta-feira (11). Conforme alerta emitido pela Defesa Civil, há possibilidade de tempestade de 40 a 60 mm, que deve ser acompanhada de raios e rajadas de vento ocasionais de 50 km/h. 

A precipitação, por vezes forte, deve continuar até, no mínimo, às 8h de sexta-feira (12). Até lá, é preciso redobrar a atenção. Segundo o órgão, é preciso evitar áreas de inundação e não trafegar em ruas sujeitas a alagamentos, perto de córregos e ribeirões nos momentos de forte chuva.

Para hoje, a previsão do tempo, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), indica céu nublado e temperatura máxima chegando aos 24°C, com mínima de 17°C. A umidade relativa do ar deve variar entre 85% e 100%. 

Veja todas as recomendações da Defesa Civil abaixo:⠀

  • Não atravesse ruas alagadas nem deixe crianças brincando nas enxurradas e próximo a córregos
  • Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores
  • Atenção especial para áreas de encostas e morros
  • Nunca se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para Cemig (116) ou Defesa Civil (199)
  • Se notar rachaduras nas paredes das casas ou o surgimento de fendas, depressões ou minas d’água no terreno, avise imediatamente a Defesa Civil
  • Em caso de raios, não permaneça em áreas abertas nem use equipamentos elétricos

Acumulado 

Nos primeiros 11 dias de novembro, sete das nove regionais de Belo Horizonte já registraram mais de 50% do acumulado de chuva esperado para todo o mês. Na região do Barreiro, o índice já passa dos 158 milímetros no acumulado. Confira abaixo o acumulado por região:

  • Barreiro: 158,6 (66,1%) 
  • Centro Sul: 131,3 (54,8%) 
  • Leste: 152,2 (63,5%) 
  • Nordeste: 134,2 (56%) 
  • Noroeste: 136,8 (57%) 
  • Norte: 91,2 (38%) 
  • Oeste: 144,2 (60,1%) 
  • Pampulha: 141 (58,8%) 
  • Venda Nova: 117,4 (49%) 

Emissão de alertas

Os moradores de Belo Horizonte podem receber os alertas de risco de chuvas fortes, granizo, tempestades, vendavais, alagamentos, risco de deslizamentos de terra e outros fenômenos meteorológicos por SMS. Para se cadastrar, basta enviar uma mensagem de texto com o CEP da rua para o número 40199. Uma confirmação será enviada na sequência e o serviço não tem custo.

A população também pode acompanhar os alertas e as recomendações da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil por meio do Instagram, Twitter, Facebook e pelo canal público do Telegram no endereço: defesacivilbh.

Leia mais:
Árvore cai e fecha parte da avenida Amazonas, em BH; trabalho de remoção é feito no local
Minas tem previsão de chuvas fortes até sábado
Inativo há mais de um mês, relógio na sede da PBH vai voltar a funcionar no fim de novembro