A Polícia Civil de Minas Gerais identificou nesta quarta-feira (10), mais uma vítima da tragédia da Vale, em Brumadinho, na região Central do Estado. O corpo encontrado é de Uberlândio Antônio da Silva que tinha 55 anos. Segundo a família, ele trabalhava como mecânico terceirizado para a mineradora e era natural de Linhares, no Espírito Santo.

O corpo foi encontrado no dia 2 de outubro deste ano, por uma equipe do Corpo de Bombeiros, no local do rompimento da barragem, no Córrego do Feijão. De acordo com a perita criminal Ângela Romano, o segmento estava decomposto, restando praticamente os ossos. 

A identificação do homem foi feita a partir da análise de DNA. O perito Igor Dornelas informou que o procedimento foi necessário, já que não havia dados anteriores à morte, que permitissem o reconhecimento pela arcada dentária. 

Desaparecidos

Desde o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, no dia 25 de janeiro de 2019, já foram identificadas 263 vítimas soterradas pela lama de rejeito de minério de ferro. Até o momento, já foram feitas cerca de mil análises no laboratório da perícia criminal de Minas Gerais. E há cerca de 30 amostras ainda em processo de identificação. 

Confira o nome das sete vítimas ainda desaparecidas ou não identificadas

  • Cristiane Antunes Campos
  • Lecilda de Oliveira
  • Luis Felipe Alves
  • Maria de Lurdes da Costa Bueno
  • Nathalia de Oliveira Porto Araújo
  • Olímpio Gomes Pinto
  • Tiago Tadeu Mendes da Silva

Leia também
Deputados derrubam veto de Zema e restringem circulação de transporte fretado em Minas; entenda
'Atraso e retrocesso', afirma Buser após queda de veto sobre transporte fretado por app em MG