Os belo-horizontinos devem ficar atentos para possibilidade de pancadas de chuva entre esta terça (9) e quarta-feira (10). Segundo comunicado emitido pela Defesa Civil, a capital mineira pode ter precipitações entre 20 e 30 mm até às 8h de amanhã.  

A chuva deve ser acompanhada de raios e rajadas de vento em torno de 50 km/h. Por isso, o órgão pede que a população redobre a atenção em momentos de forte chuva e evite áreas de inundação, como ruas sujeitas a alagamentos, córregos e ribeirões. 

Para hoje, a previsão do tempo, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), indica céu com muitas nuvens e temperatura máxima chegando aos 28°C, com mínima de 17°C. A umidade relativa do ar deve variar entre 60% e 100%. 

Veja abaixo todas as recomendações da Defesa Civil para o período chuvoso: ⠀⠀

  • Não atravesse ruas alagadas nem deixe crianças brincando nas enxurradas e próximo a córregos
  • Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores
  • Atenção especial para áreas de encostas e morros
  • Nunca se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para Cemig (116) ou Defesa Civil (199)
  • Se notar rachaduras nas paredes das casas ou o surgimento de fendas, depressões ou minas d’água no terreno, avise imediatamente a Defesa Civil
  • Em caso de raios, não permaneça em áreas abertas nem use equipamentos elétricos⠀

Acumulado 

Só nos primeiros oito dias de novembro, cinco das nove regionais de Belo Horizonte já registraram mais de 40% do acumulado de chuva esperado para todo o mês. Na região Leste, o índice já passa da metade do que está previsto, com 119 milímetros no acumulado - o número equivale a 119 litros de água por metro quadrado. Veja aqui o acumulado por região. 

Emissão de alertas

Os moradores de Belo Horizonte podem receber os alertas de risco de chuvas fortes, granizo, tempestades, vendavais, alagamentos, risco de deslizamentos de terra e outros fenômenos meteorológicos por SMS. Para se cadastrar, basta enviar uma mensagem de texto com o CEP da rua para o número 40199. Uma confirmação será enviada na sequência e o serviço não tem custo.

A população também pode acompanhar os alertas e as recomendações da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil por meio do Instagram, Twitter, Facebook e pelo canal público do Telegram no endereço: defesacivilbh.

Leia mais:
Minas joga fora quase 50 mil doses da vacina contra a Covid-19 desde janeiro
Novembro chuvoso: regiões de BH já registram mais de 40% do esperado de chuva para o mês
Pfizer inicia teste de medicamento contra Covid-19 no Rio de Janeiro