Em avanço nos últimos dias, a taxa de transmissão da Covid-19 em Belo Horizonte voltou ao nível de alerta e agora aparece em amarelo no gráfico dos indicadores que monitoram a pandemia na capital mineira. No boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nesta terça-feira (26), o RT, como é conhecido, aparece com 1. Ontem, ele estava em 0,99. 

Na prática, isso significa que cada 100 pessoas contaminadas podem transmitir o coronavírus para outras 100. O ideal é que o indicador fique sempre abaixo de 1, em verde no gráfico.  A última vez em que a cidade esteve no nível amarelo quanto à transmissão foi em 7 de outubro.

A taxa de ocupação dos leitos de enfermaria também subiu nesta terça, passando de 39,1% para 39,9%. Nas UTIs, o indicador passou de 46,6% para 44,7%. 

Números da pandemia em BH

Em 24 horas, 11 óbitos foram registrados em Belo Horizonte, elevando para 6.873 o número de vítimas da doença na capital. Já em relação aos casos, foram 158 no mesmo período de um dia. 

Desde o início da pandemia, o coronavírus contaminou mais de 287 mil pessoas. Destas, 279 mil estão recuperadas e outras 1.336 seguem em acompanhamento médico. 

Vacinação

Até a tarde de hoje, a primeira dose da vacina contra a Covid-19 foi aplicada em 2 milhões de pessoas com 12 anos ou mais. E 1,4 milhão completou o esquema vacinal. Outras 60 mil tomaram doses únicas, da Janssen. Já a terceira dose foi administrada em 176 mil moradores.

Leia mais:
Variante Delta já aparece em 93% das amostras analisadas em Minas; casos chegam a 1.107
Minas vai quitar dívida da Saúde de quase R$ 7 bilhões com os municípios; entenda
Fiocruz entrega 4,5 milhões de doses de AstraZeneca ao Ministério da Saúde