A partir desta terça-feira (25), a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) promove ações de limpeza e campanhas de conscientização na Avenida Vilarinho, em Venda Nova, região Norte de Belo Horizonte. A ação vai até a próxima sexta (29), com o objetivo de sensibilizar moradores e comerciantes da região sobre a importância de fazer o descarte correto do lixo comum, procurando reduzir depósitos clandestinos de resíduos. As equipes vão fiscalizar toda a extensão da avenida e das vias adjacentes.

Neste período de chuvas, o gerente regional de Limpeza Urbana Venda Nova, Clarício Tolentino de Aguiar, avalia que a limpeza de ruas, avenidas e calçadas, evita a obstrução de redes de drenagem, bocas de lobo e outras galerias, o que reduz o perigo de alagamentos e enchentes.  “Nossa preocupação maior é proporcionar bem-estar e segurança às pessoas que residem ou transitam por aquelas áreas, visando mitigar os transtornos e os riscos na ocorrência de chuvas fortes”, esclarece o gestor. 

De acordo com a PBH, até setembro deste ano, foram feitas 136.015 limpezas de bocas de lobo; aproximadamente 2.144 toneladas de resíduos foram recolhidas e 39 km de rede foram desobstruídos. Além disso, equipes das gerências regionais de manutenção da Sudecap substituíram 1.515 grelhas. A estimativa de investimento da gestão nesses serviços para todo o ano é de aproximadamente R$ 3,8 milhões. A prefeitura ressalta que o trabalho é essencial para manter a capacidade da drenagem da cidade e mitigar os impactos das chuvas.

Outra meta das equipes é evitar o acondicionamento e o descarte irregular de materiais orgânicos e infectantes, em especial aqueles produzidos por clínicas veterinárias e humanas, sacolões e açougues. A SLU alerta os cidadãos sobre a necessidade de utilização das Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPV) para descarte de podas, móveis velhos, pneus e restos de obra. Os endereços podem ser consultados em pbh.gov.br/urpvs e cada pessoa pode depositar 1m³ de resíduos por dia.

Leia também:
Nove em cada dez casos de Covid-19 em Minas são da variante Delta; veja números
Mais de 270 cidades mineiras estão sob alerta de tempestade; veja quais