A Latam Airlines suspendeu o transporte de pets no porão das aeronaves por 30 dias em razão da morte de Weiser, um cão da raça american bully, durante um voo, no último dia 14, entre os aeroportos internacionais de São Paulo e de Aracaju.

De acordo com a empresa, o laudo emitido pela clínica veterinária que atendeu Weiser diz que o animal roeu a caixa de transporte, que era de madeira, e se asfixiou. Ainda conforme a companhia, o caixote estava em concordância com o protocolo de transporte de animais da Latam.

“A Latam já vinha fazendo uma análise profunda de todos os procedimentos deste tipo de transporte e, neste lamentável evento, cumpriu todos os processos de forma correta”, disse a aérea em nota. 

A companhia aérea informou que o cliente que já adquiriu o serviço poderá realizar o transporte normalmente, adiá-lo sem custo ou optar pelo reembolso do valor pago. 

Leia Mais:
Vira-lata é atacado e morto por dois pitbulls na região Norte de Belo Horizonte
Câmara Municipal de Belo Horizonte aprova em 1º turno projeto de lei que proíbe tatuagem em animais
Postos para vacinação contra a raiva serão mantidos até sexta-feira em BH; veja horário e locais