O vice-prefeito de Guaxupé, no Sul de Minas, Rodrigo Borges (DEM), foi detido nessa segunda-feira (18) após invadir a casa da ex-esposa e ameaçá-la. De acordo com a Polícia Militar, o político procurou a mulher durante todo o dia antes de ir até a residência dela no fim da tarde de domingo (17). Depois de não ser atendido, ele pulou o portão e arrombou a porta de entrada.

Os militares afirmam que a motivação do crime seria passional. O vice-prefeito não aceitava o fim do casamento, há cerca de quatro meses, e estaria ameaçando a vítima desde então.

Depois de entrar na casa, Borges pulou a janela do banheiro de um quarto para chegar aos cômodos internos. A moradora precisou usar alguns móveis para segurar a porta e impedir a entrada do homem.

Já com os policiais no endereço, o político teria quebrado pelo menos duas portas do imóvel, inclusive a do quarto em que estavam a mulher e uma das filhas dela. Exaltado, ele gritava que ela "não ficaria com mais ninguém".

O vice-prefeito não teria acatado as ordens dos militares, então foi algemado e recebeu voz de prisão por ameaça, dano ao patrimônio e violação de domicílio. Entretanto, quando a ocorrência chegou à delegacia, a vítima retirou a queixa contra o ex-marido, que foi liberado.

Em nota, a Prefeitura de Guaxupé afirmou que "não cabe ao Executivo comentar a vida pessoal do vice-prefeito". O Hoje em Dia tentou contato com Borges, mas ninguém atendeu as ligações no gabinete dele.

O inquérito instaurado para investigar o caso foi encaminhado para o Ministério Público da cidade.

Leia mais:
Brasil registra menor média móvel de mortes desde o início da pandemia
Operação contra 'gatos' flagra seis padarias com ligação irregular de energia na Grande BH