Idosos de 80 anos ou mais que já tenham completado o prazo de seis meses da última dose da vacina contra a Covid e os imunossuprimidos graves, a partir de 50 anos, que receberam a última aplicação há mais de 28 dias vão receber a terceira dose nesta quarta-feira (29) em Sete Lagoas, na Região Metropolitana de BH. O anúncio foi feito pelas redes sociais do Executivo municipal.

A dose de reforço para esses dois grupos será ministrada das 9h às 16h no Sesc - entrada pela rua Prof. Abeylard (a pé) e na Faculdade Ciências da Vida - avenida Perimetral, 12.632, bairro das Indústrias (drive-thru). No comunicado, a prefeitura destaca quais grupos são considerados imunossuprimidos graves:

  • Imunodeficiência primária grave
  • Quimioterapia para câncer
  • Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) e uso de drogas imunossupressoras
  • HIV/Aids
  • Uso de corticóides em doses maiores ou iguais a 20mg/dia de Prednisona, ou equivalente, por período maior ou igual a 14 dias
  • Uso de drogas modificadoras da resposta imune
  • Doenças autoinflamatórias e intestinais inflamatórias
  • Pacientes em hemodiálise
  • Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas

Para a vacinação desse público na cidade, são exigidos documento com foto, comprovante de 2ª dose ou dose única (Janssen), cartão do SUS ou CPF. Em caso de grande demanda, serão distribuídas senhas até às 15h30. 

Cadastro para a 1ª dose

Moradores de Sete Lagoas acima dos 18 anos que ainda não receberam nenhuma dose do imunizante podem se cadastrar junto à Secretaria Municipal de Saúde. A pessoa precisa informar o nome completo, CPF, data de nascimento e endereço neste link.

O cadastro se estende até a próxima terça (5). A prefeitura vai divulgar um cronograma específico para a vacinação desse público.

Dados da Covid-19 

Segundo boletim epidemiológico divulgado pelo município, são 23.377 casos confirmados do novo coronavírus desde o começo da pandemia. Desse número, 22.708 pacientes se recuperaram, 608 perderam a vida para a adoença e outros 215 seguem em monitoramento. 

A ocupação de leitos de UTI para tratamento da doença segue na casa dos 50% em Sete Lagoas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade não registra mortes pela doença desde 17 de setembro.

boletim2809

Leia mais:
37 cidades de Minas não registram casos de Covid há dois meses; cinco são da Grande BH
Minas recebe quase 600 mil doses de imunizantes contra a Covid da Pfizer e AstraZeneca nesta terça